Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 02 Fevereiro 2016 15:37
SAIU NA MÍDIA

Alexandre Ayres diz que governo investe em obras para levar água à população

Em entrevista, secretário disse que programas hídricos contribuem para que o sertanejo conviva com a estiagem

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Semarh continuará investindo em obras estruturantes para dar condições das famílias alagoanas receberem água apta ao consumo humano. Semarh continuará investindo em obras estruturantes para dar condições das famílias alagoanas receberem água apta ao consumo humano. Foto: Ailton Cruz
Texto de Nigel Santana

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) atuou em 2015 para quebrar paradigmas acerca da concepção do combate à seca. Durante o ano, o secretário Alexandre Ayres deixou evidente a necessidade de informar e ensinar às famílias que residem no semiárido que é preciso conviver com a seca.

 

O secretário de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos tratou sobre este tema em entrevista à jornalista Niviane Rodrigues, na edição desta terça-feira (2), no jornal Gazeta de Alagoas. De acordo com Alexandre Ayres, o fenômeno natural da seca ocorre todos os anos e o Governo de Alagoas atua com veemência para diminuir o sofrimento do sertanejo.

 

“Não adianta combater a seca apenas com caminhão-pipa. O caminhão-pipa é importante para diminuir o sofrimento, mas é uma medida paliativa porque a água acaba de forma rápida”, avalia Alexandre.

 

Segundo o secretário, a proposta atual e que vem sendo seguida à risca pela Semarh é investir em obras estruturantes para dar condições das famílias alagoanas receberem água apta ao consumo humano.

 

“Temos dois convênios firmados com o governo federal: um é o Programa Água Para Todos, na ordem de R$ 24 milhões, junto ao Ministério da Integração Nacional, que prevê a instalação de 160 sistemas de abastecimento simplificado”, citou o secretário Alexandre Ayres à Gazeta de Alagoas.

 

Além do Água Para Todos, Alexandre Ayres elencou que o Governo de Alagoas está executando programas a exemplo do Água Doce, que vai levar 101 sistemas de dessalinização aos municípios; Recuperação de Nascentes; e Perfuração de Poços.

 

O Canal do Sertão também foi abordado durante a entrevista. A maior obra hídrica desenvolvida pelo governo, no entendimento do secretário Alexandre Ayres, está sendo pensado para daqui a 20 anos e não para curto prazo. Para o secretário, não existe a menor dúvida de que o Canal, quando estiver com os seus 250 quilômetros concluídos, resolverá o problema da escassez e desabastecimento de água nas regiões Agreste e Sertão.