Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 01 Fevereiro 2016 15:12
APREENSÃO

Fiscais do IMA apreendem carro por trafegar na praia de Ipioca

Os técnicos encontraram carcaça de tartaruga no local e alertam sobre riscos para a fauna.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
As pessoas que forem pegas em flagrante, além de ter o veículo apreendido, podem pagar multa entre R$ 1.000 E R$ 10.000. As pessoas que forem pegas em flagrante, além de ter o veículo apreendido, podem pagar multa entre R$ 1.000 E R$ 10.000. Elayne Pontual
Texto de Elayne Pontual

A equipe da Gerência de Monitoramento e Fiscalização do Instituto do Meio Ambiente (IMA) apreendeu, no último domingo (31), um veículo que trafegava em faixa de areia na praia de Ipioca, no Litoral Norte alagoano. Uma carcaça de tartaruga foi encontrada no local durante a ação.

Apenas um carro foi apreendido na operação e o proprietário deve pagar multa no valor de R$ 1.000. De acordo com Ermi Ferrari, gerente de Monitoramento e Fiscalização do órgão, o responsável protocolou a defesa, mas ainda não saldou a multa.

 “Iremos analisar a defesa, mas para que ele possa recuperar o veículo será necessário que pague o valor integral da multa e assine um Termo de Compromisso”, explicou Ermi.

Só neste ano, já foram realizadas três operações para coibir esse tipo de infração. Segundo o gerente, a ideia é continuar com as ações durante todo o ano. As pessoas que forem pegas em flagrante, além de ter o veículo apreendido, podem pagar multa que varia entre R$ 1.000 e R$ 10.000.

Fauna em risco - No mesmo dia da apreensão do carro, a equipe do Instituto encontrou uma carcaça de tartaruga. O cadáver do animal, de acordo com Ermi, não apresentava indícios de atropelamento, mas o gerente aproveitou para alertar sobre os perigos do tráfego de veículos em faixa de areia.

“A presença de carros coloca não só a integridade dos usuários das praias em risco, mas, também, da fauna local, podendo comprometer a reprodução de espécies como tartarugas marinhas que desovam nas praias”, alertou.