Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1003

Quinta, 14 Julho 2016 14:26

MUDANDO DE VIDA

Setor de Reintegração Social da Seris concorre ao Prêmio Innovare

Premiação está em sua 13ª edição e contempla práticas que buscam a modernização da Justiça brasileira

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Segundo dados da Seris, menos de 2% dos trabalhadores inseridos em convênios voltam a cometer delitos Segundo dados da Seris, menos de 2% dos trabalhadores inseridos em convênios voltam a cometer delitos Jorge Santos
Texto de Mayara Wasty

A garantir de uma oportunidade de emprego está mudando a vida de muitos reeducandos Há 13 anos, o setor de Reintegração Social da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) desenvolve o trabalho de qualificar, selecionar, fiscalizar e ofertar uma ocupação para custodiados dos regimes aberto e semiaberto.

 

Atualmente, 22 instituições públicas e privadas são contempladas com os serviços de 380 reeducandos. Com a iniciativa, a reincidência criminal diminui. Dados da Reintegração Social mostram que menos de 2% dos trabalhadores inseridos em convênios voltam a cometer delitos.

 

Graças a essas ações, o setor está concorrendo na 13ª edição do Prêmio Innovare. O projeto, de autoria da gerente de reintegração social, Shirley Araújo, tem como tema ‘Reintegração social através do trabalho de reeducandos em cumprimento de pena nos regimes semiaberto e aberto’, e concorre na categoria ‘Premiação Especial’.

 

No dia 7 de julho, uma consultora do Instituto Innovare, organizadora do prêmio, visitou as instituições conveniadas para conhecer o trabalho desenvolvido pelo setor. Após a fase de visitação, os projetos inscritos são avaliados pela comissão julgadora seguindo os seguintes critérios: eficiência, celeridade, qualidade, criatividade, praticidade, ineditismo, exportabilidade, satisfação do usuário, alcance social e abrangência territorial.

 

De acordo com Shirley Araújo, a conquista do prêmio seria a coroação do trabalho desenvolvido pela Seris.  “Diante das dificuldades enfrentadas, a participação no Prêmio Innovare é um grande avanço. A inscrição ocorreu justamente por acreditarmos no potencial desse projeto. Hoje, estamos com 380 reeducandos trabalhando por meio dos convênios, mas nossa meta é ampliar para 500 em 2016”, disse.

 

As práticas vencedoras desta edição serão conhecidas em dezembro deste ano, durante a cerimônia de premiação que acontecerá no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Prêmio Innovare

 

A iniciativa tem como objetivo identificar, premiar e disseminar práticas inovadoras que estejam aumentando a qualidade da prestação jurisdicional e contribuindo com a modernização da Justiça brasileira.

 

As práticas identificadas demonstram o rico e diversificado trabalho que vem sendo realizado. O acervo é disponibilizado no Banco de Práticas do prêmio, podendo ser consultado gratuitamente.