Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 12 Julho 2016 12:29
mais assistência

Seprev amplia serviços de prevenção à violência no Agreste alagoano

Secretário Jardel Aderico participou das ações do Dia D Governo Presente e articulou ações da pasta para a região

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Secretários estaduais conheceram o trabalho realizado na região Secretários estaduais conheceram o trabalho realizado na região Ascom/Seprev
Texto de Glória Damasceno

A secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) participou, nesta segunda-feira (11), no município de Junqueiro, do Dia D Governo Presente, que reuniu ações sociais de diversas secretarias para comunidades do Agreste alagoano.

 

O titular da Seprev, Jardel Aderico, aproveitou a oportunidade para se reunir com autoridades e articular a ampliação dos serviços da Secretaria na região. Durante o evento, equipes de Anjos da Paz do Centro de Acolhimento de Arapiraca, unidade da Rede Acolhe, coordenada pela Seprev, fizeram divulgação e sensibilização dos serviços de reabilitação a dependentes químicos.

 

A Secretaria realizou ainda capacitações para conselheiros tutelares e profissionais do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

 

Na ocasião, a convite da deputada estadual de Alagoas, Jó Pereira, e da secretária-executiva do Esporte, Lazer e Juventude, Morgana Tavares, o secretário da Seprev, Jardel Aderico, visitou a comunidade Nova Jericó, salvando vidas, que fica no limite entre o município de Junqueiro e Teotônio Vilela, ao lado do prefeito Fernando Pereira, do secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas (Seagri), Álvaro Vasconcelos e do presidente da Desenvolve, Rafael Brito.

A unidade visitada encontra-se em construção, mas já está em plena atividade. Ela possui capacidade para 50 acolhidos e ainda não faz parte da Rede Acolhe. As outras duas comunidades, localizadas no município de Marechal Deodoro, já integram o programa e recebem os recursos destinados à manutenção.

 

“Aqui é um ambiente de transformação. A gente se sente acolhido quando chega a uma comunidade acolhedora. É muito importante quando o município abraça a causa. É o que mais a Seprev deseja e se sente lisonjeada por esse empenho de todas as cidades mantenedoras dessa unidade local”, declarou Jardel Aderico.

 

O secretário disse que vai se esforçar para que a Seprev apoie a nova comunidade. “Vamos trabalhar para que dentro de um ou dois meses, no máximo, esse ambiente esteja integrado à Rede Acolhe”, emendou o secretário.

 

O encontro contou também com o depoimento de superação de alguns acolhidos da Nova Jericó, dentre eles uma criança de 12 anos, hoje em processo de reabilitação em virtude de envolvimento com drogas.