Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 22 Janeiro 2016 12:53

Saúde organiza fluxo de atendimento de urgência para moradores da Zona da Mata

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska, durante visita ao Hospital São Vicente de Paula, em União dos Palmares, onde tratou sobre a qualificação na assistência Secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska, durante visita ao Hospital São Vicente de Paula, em União dos Palmares, onde tratou sobre a qualificação na assistência Olival Santos

Em mais uma iniciativa pioneira, a secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska, organizou o fluxo de atendimento de urgência para os moradores da III Região de Saúde, formada por 11 municípios, 213.901 habitantes e que compreende a Zona da Mata alagoana. Durante reunião realizada na tarde da quinta-feira (21), no auditório da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em Maceió, a gestora da saúde estadual debateu democraticamente a regionalização da saúde com os gestores municipais de Branquinha, Campestre, Colônia Leopoldina, União dos Palmares, Ibateguara, São José da Laje, Santana do Mundaú, Murici, Joaquim Gomes, Jundiá e Novo Lino.

 

Após um diálogo onde todos os secretários municipais de saúde tiveram a oportunidade de opinar e apresentar suas propostas, ficou acordado que o Hospital São Vicente de Paula, em União dos Palmares, será a referência para o atendimento de urgência para os onze municípios da III Região de Saúde. Para isso, serão assegurados recursos por meio do Programa de Assistência à Urgência e Emergência (Provida), destinado ao financiamento dos Hospitais de Pequeno Porte (HPPs) e os Pronto-Atendimentos.

Ainda durante o encontro, foi decidido que o atendimento na urgência do Hospital São Vicente de Paula deverá ocorrer mediante um encaminhamento expedido pela Secretaria Municipal de Saúde do município de origem do paciente. A medida visa ordenar e qualificar a assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) da III Região, conforme destacou a secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska. 

“Nosso propósito é realizar uma gestão participativa, resolutiva, sempre dialogando com todos os gestores municipais, que são parceiros imprescindíveis. Obviamente, esse diálogo passa pelo cumprimento de metas, para que os recursos públicos sejam empregados com eficiência, resultando em um atendimento qualificado, ágil e humanizado para todos os usuários do SUS”, pontuou a gestora da saúde pública estadual.

Rozangela Wyszomirska salientou que, desde o início do ano passado, vem percorrendo as dez regiões, dialogando com usuários, técnicos e gestores municipais, buscando novas estratégias para qualificar o atendimento da saúde pública. “O compromisso do governador Renan Filho é fortalecer a saúde pública nas regiões, evitando que os usuários tenham que se deslocar para Maceió e assegurando assistência integral na região onde residem. Para isso, o diálogo tem sido o caminho, respeitando as diretrizes do SUS e otimizando os recursos”, pontuou.

 Além dos secretários municipais de saúde de Branquinha, Campestre, Colônia Leopoldina, União dos Palmares, Ibateguara, São José da Laje, Santana do Mundaú, Murici, Joaquim Gomes, Jundiá e Novo Lino, também participou das discussões o presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), Ubiratan Pedrosa. “Assegurar atendimento regionalizado é uma forma eficaz de qualificar a assistência em saúde e o caminho saudável sempre é o diálogo entre a gestão estadual e os gestores municipais de saúde”, pontuou.

 

 

Texto: Josenildo Törres

Foto: Olival Santos