Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 21 Janeiro 2016 13:17

Procon/AL orienta consumidores sobre cuidados na escolha e uso de repelentes

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter

Em um momento que o país enfrenta epidemias das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (como dengue e febre amarela), e o crescente número de casos de microcefalia associada à ocorrência do zika vírus, se tornou necessário o uso de repelentes para uma maior proteção.  O uso destes produtos é uma das maneiras mais eficazes de evitar a picada do inseto, mas é necessário ter cuidados.


De acordo com a superintendente do Procon/AL, Flávia Cavalcante, a aplicação na pele deve ser feita com cuidado. “Não podemos esquecer que o repelente é um produto tóxico, em contato com os olhos, podem causar alergias, conjuntivite tóxica e até lesões na córnea”. Os cuidados devem se estender ao período que o produto estiver na pele.

 

Todos os repelentes à venda devem estar registrados. Os consumidores devem estar alertas sobre a oferta de produtos comercializados que não possuem comprovação de eficácia nem aprovação da Anvisa e que, por isso, representam risco à segurança no combate às doenças.

 

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), todo produto deve conter informações claras e precisas sobre o uso adequado e sobre os riscos que representa. É obrigatório ter as seguintes informações no rótulo do produto:

 

- Nome do produto

- Número de registro – composto por 09 ou 13 dígitos (Reg. MS – 2.XXXX.XXXX ou MS - 2.XXXX.XXXX.XXX-X) ou número do processo do registro (com 16 dígitos)

- Fabricante

- CNPJ

- Lote

- Validade

- Tempo de eficácia                

- Advertências e orientações de uso

 

Confira a lista dos Repelentes de Uso Tópicos registrados na Anvisa: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/418eed804b5286eb89ceb9e16860cb38/Repelentes%2BCosm%C3%A9ticos_Lista+SITE_15_01_2016.pdf?MOD=AJPERES

 

 

Amanda Oliveira