Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

Domingo, 20 Junho 2021 11:46

ASSISTÊNCIA REGIONALIZADA

Mais de 160 mil sertanejos aguardam abertura do Hospital do Alto Sertão nesta segunda (21)

Nova unidade está localizada em Delmiro Gouveia e vai assegurar atendimento humanizado e qualificado aos moradores da região

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Mais de 160 mil sertanejos aguardam abertura do Hospital do Alto Sertão nesta segunda (21) Lucas Borges
Texto de Raíssa Barbosa

O sonho do sertanejo de contar com um hospital moderno e que assegure assistência humanizada e eficiente, finalmente está próximo de acontecer. Faltando apenas um dia para a inauguração do Hospital Regional do Alto Sertão (HRAS), marcada para segunda-feira (21), às 10h, em Delmiro Gouveia, as famílias que antes tinham que viajar para Arapiraca, Santana do Ipanema ou, inclusive, Maceió, em busca de assistência médica especializada, aguardam com ansiedade pela abertura da maior e mais bem equipada unidade hospitalar do Sertão.

Desde o início das obras, há quase três anos, em 3 de julho de 2018, os mais de 160 mil moradores de Delmiro Gouveia, Piranhas, Inhapi, Canapi, Água Branca, Olho D’Água do Casado, Mata Grande e Pariconha, estão na expectativa de que o HRAS irá melhorar a assistência na área da saúde, mas, também, impulsionar a economia regional. Isso porque, além de gerar empregos diretos, com a contratação da equipe multidisciplinar que irá atuar na assistência aos pacientes, a nova unidade irá gerar empregos indiretos, nas áreas alimentícia, hoteleira e de transportes.

Simone Gomes, comerciante delmirense, está contado as horas para a unidade abrir as portas. Segundo ela, o HRAS irá mudar a realidade da saúde pública para os sertanejos. “Para receber atendimento médico especializado, todo mundo tem que sair daqui para outra cidade, como Arapiraca. Mas, com o novo hospital, toda população de Delmiro Gouveia e região, vai ter atendimento aqui mesmo. Minha sogra, recentemente, precisou de atendimento médico e a gente teve que correr para Santana do Ipanema. Então, a expectativa é muito grande para todo mundo”, relatou.

O também comerciante Domingo Sávio, 52 anos, ressaltou que a chegada de um hospital com o porte do Regional do Alto Sertão é empolgante. “O Alto Sertão realmente está sendo valorizado e tenho certeza que isso é só o começo, pois a nova unidade vai trazer um impulso importante para a economia de nossa cidade. É um sonho que se concretiza e, a partir de agora, nós, delmirenses, não vamos mais precisar sair da cidade para ter atendimento médico especializado. Na verdade, Delmiro Gouveia vai passar a atender outras pessoas aqui. Estou feliz demais, não vejo a hora do hospital estar funcionando”, enfatizou.

Estrutura – O HRAS terá capacidade para realizar 7.763 consultas e 7 mil exames de diagnóstico por mês e, com isso, reduzir o fluxo de sertanejos que buscam atendimento no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, e no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Inicialmente, a unidade irá contar com 60 leitos, sendo 50 Clínicos e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), exclusivos para atender pacientes acometidos pela Covid-19.

Hospital Regional do Alto Sertão Técnicos trabalham nos últimos detalhes para a abertura do Hospital Regional do Alto Sertão FOTO Lucas Borges 4
Técnicos trabalham nos últimos detalhes para a abertura da unidade hospitalar

Com o fim da pandemia da Covid-19 e quando estiver em pleno funcionamento, o Hospital Regional do Alto Sertão será porta aberta e terá 153 leitos para atender os usuários. Os sertanejos terão à disposição serviços de ortopedia, nefrologia, cardiologia, urologia, cirurgia geral e obstetrícia, além de exames por imagem, com uma estimativa de que sejam realizados, mensalmente, sete mil exames de diagnóstico complementar. Para isso, serão disponibilizados exames de tomografia computadorizada, ultrassonografia, ecocardiograma, eletrocardiograma e raios-x.

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, reforça que a unidade vai preencher um vazio assistencial histórico no Alto Sertão. “De início, o Hospital Regional do Alto Sertão terá, em funcionamento, 10 leitos de UTI e 50 leitos clínicos exclusivos para atender pacientes com Covid-19. O novo equipamento de saúde irá contar, também, com aparelhos de tomografia, ultrassom e raios-x. A saúde alagoana tem avançado e nós temos pressa em salvar vidas”, reforçou o gestor da saúde estadual.

O HRAS é quinto hospital entregue pelo Governo do Estado nos últimos dois anos. Além do Hospital da Mulher e Metropolitano, em Maceió; já estão em funcionamento o Regional do Norte, em Porto Calvo; e Regional da Mata, em União dos Palmares. Outros dois hospitais estão sendo edificados na capital: o da Criança e o do Coração.