Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

Quarta, 02 Junho 2021 10:55

COVID-19

Alagoas vai receber mais 3 mil kits amplificação RT-PCR para diagnóstico da Covid-19

Insumos serão enviados para o Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL), responsável por liberar, todos os dias, 1.500 resultados de exames RT-PCR

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Alagoas vai receber mais 3 mil kits amplificação RT-PCR para diagnóstico da Covid-19 Thiago Duarte
Texto de Nigel Santana

O Governo do Estado vai receber, nesta quinta-feira (3), do Ministério da Saúde (MS), uma remessa de 3 mil kits amplificação RT-PCR para detecção do novo coronavírus. Os kits serão enviados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para o Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) e se somam aos insumos em estoque. O item é de repasse contínuo do governo federal, com reabastecimento periódico por parte da Coordenação Geral dos Laboratórios de Saúde Pública (CGLAB).

A chegada de mais kits de amplificação RT-PCR contribui, efetivamente, para que o Lacen/AL continue com o importante trabalho de diagnóstico da doença. O gerente do laboratório, Anderson Brandão, destaca que são liberados 1.500 resultados de exame RT-PCR por dia.

“O envio dos insumos para amplificação do material genético de diagnóstico do vírus foi garantido pelo Ministério da Saúde. O ministério também nos comunicou que o fornecimento contínuo dos insumos será retomado a partir do dia 7 de junho. Os kits amplificação RT-PCR são importantes para este diagnóstico, tendo em vista que o Laboratório Central de Alagoas tem liberado, diariamente, 1.500 resultados de exames”, reforça Anderson Brandão.

Anderson Brandão gerente do Lacen AL assegura que não há falta de kits amplificação RT PCR FOTO Thiago Duarte 2

Conforme consta no Boletim Epidemiológico da terça-feira (1°), o estoque de kits amplificação RT-PCR é de 1.800. O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, assegura que não existe falta de testes no Lacen/AL, mas que Alagoas aguarda o envio dos insumos pelo Ministério da Saúde.

“Houve uma pequena demora do repasse destes insumos porque o Ministério da Saúde nos comunicou sobre a necessidade de licitar para adquirir mais kits amplificação RT-PCR. Não houve prejuízos ao Lacen/AL, pois o laboratório tem liberado 1.500 resultados de exames todos os dias. É um trabalho muito importante que vem sendo realizado em Alagoas e não passamos por este risco de desabastecimento”, reforça o secretário Alexandre Ayres.