Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

Quarta, 19 Maio 2021 13:34

benefício

CARTÃO CRIA: Crianças com até dois anos começam a receber benefício

Primeiras parcelas serão pagas a mais 10 mil famílias

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
CARTÃO CRIA: Crianças com até dois anos começam a receber benefício Felipe Brasil
Texto de Iara Malta

Começou esta semana o pagamento da primeira parcela do Cartão CRIA para as primeiras 10 mil famílias beneficiárias que têm em sua composição crianças com até 2 anos, que vivem na pobreza ou extrema pobreza. Ao total, já são 60 mil famílias, incluindo gestantes, cadastradas que fazem parte do maior programa de transferência de renda de Alagoas.

Ontem (18) já recebeu a parcela quem tem final de Número de Identificação Social (NIS), número 01, hoje, final 02 e assim sucessivamente. O calendário segue até o dia 31 de maio, com o pagamento de quem tem final de NIS 0 (zero). As beneficiárias gestantes, que já estavam recebendo os R$ 100 reais, seguem esse mesmo calendário de pagamento.   

“Devido à pandemia, precisamos escalonar as inscrições por faixa etária. As crianças com até dois anos começaram a ser cadastradas no dia 1º de abril, por iniciaram o recebimento agora em maio”, disse a superintendente de Avaliação e Gestão da Informação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Seades).   

SAQUE

Algumas famílias cadastradas ainda não receberam o cartão, que estão sendo entregues pelos Centros de Referência em Assistência (CRAS) dos municípios, podem fazer o saque diretamente nos caixas das agências da Caixa Econômica, apresentando um documento de identidade com foto e o número do NIS. “Foi criada uma conta específica para o recebimento das parcelas, que é diferente da conta do Bolsa Família, por isso é importante informar que é a conta do Cartão CRIA”, explicou Daniella.

Com pouco mais de três meses de lançado, o Cartão CRIA já beneficia 60 mil famílias com o pagamento de R$ 100,00 reais por mês para famílias que vivem na pobreza ou extrema pobreza. A meta é atingir 180 mil famílias até junho, com a abertura do cadastro para crianças de até 5 anos (60 meses) e novas gestantes. Os cadastros devem ser feitos nos CRAS, levando documento pessoais do responsável, comprovante de residência, número do NIS e certidão de nascimento da criança. No caso de gestante, é preciso levar a caderneta da gestante.