Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 06 Maio 2016 18:49
PROXIMIDADE

Procon Alagoas realiza atendimento e fiscalização na região Norte do estado

Foram realizadas aberturas de reclamação no stand do evento e apreendidos um total de 26 itens durante a fiscalização

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
O fiscal do órgão, Roberto Dias, alerta que o mais importante é a denúncia O fiscal do órgão, Roberto Dias, alerta que o mais importante é a denúncia Ascom Procon
Texto de Trinny Alarcon

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor participou, nesta sexta-feira (6), do Governo Presente na região norte de Alagoas. O atendimento ao consumidor foi realizado nas cidades de Porto Calvo e Matriz do Camaragibe, contando com espaço para esclarecer dúvidas, realizar abertura de reclamações ou de denúncias. Além disso, os fiscais do órgão também percorreram as cidades de Maragogi e Matriz do Camaragibe, para averiguar eventuais ocorrências que infringem o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

Durante todo o dia os fiscais conversaram com moradores para saber quais eram as maiores preocupações, e quais estabelecimentos mais causavam transtornos para eles. Foram citados os supermercados e “vendas” espalhadas pelas cidades, que logo em seguida foram vistoriados. No total, nove estabelecimentos comerciais foram visitados, de pequeno a médio porte, sendo três autuados pela venda de produtos fora da validade, amassados, mal armazenados ou, ainda, sem nenhuma refrigeração, totalizando 26 itens apreendidos que, caso consumidos, poderiam causar danos graves para saúde.

 

O fiscal do órgão, Roberto Dias, alerta que o mais importante é a denúncia desse tipo de situação. “Muitas vezes acontece de irmos até o supermercado, por exemplo, e notarmos que algo está errado, que o produto está ali, apodrecendo, sem nenhum cuidado. Como não vamos adquiri-lo, deixamos para lá. Mas, ao invés disso, podemos ligar para o 151 e denunciar. Assim poderemos averiguar a situação”, explica.

 

Os produtos em tais condições foram retirados das prateleiras e recolhidos pelos fiscais, logo após conversa com os responsáveis pelos estabelecimentos, que foram autuados e têm dez dias para responder, caso contrário, poderão ser multados, entre 600 e 6 milhões de reais. Além disso, um estabelecimento na cidade de Porto Calvo obteve uma ocorrência de constatação, pela exposição de rações para animais sem o devido cuidado, podendo trazer riscos aos bichanos e consequentemente aos seus donos.

 

A Superintendente do órgão, Flávia Cavalcante, esteve presente durante o evento na cidade de Matriz do Camaragibe, para destacar a necessidade da informação a respeito dos direitos do consumidor. “Acredito que o primeiro passo é a informação e os consumidores podem buscar por isso aqui no nosso espaço. Mesmo que não tenha nenhuma reclamação para fazer, pode vir bater um papo conosco e saber um pouco mais sobre os seus direitos”, destaca.

 

O Governo Presente termina neste sábado (7), mas o Procon Alagoas funciona de segunda à sexta-feira, das 8 às 16 horas. Para mais dúvidas, reclamações ou denúncias, basta ligar 151 ou entrar em contato através redes sociais do órgão.