Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

Sexta, 19 Março 2021 09:25

ALAGOAS

Governo financia equipamentos e serviços voltados a pessoas com deficiência e em situação de rua

Centros-Dia receberão cofinanciamento estadual e Casa de Ranquines ganhará recurso integral do estado

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Governo  financia equipamentos e serviços voltados a pessoas com deficiência e em situação de rua Ascom Seades
Texto de Karina Lima Moraes

A Política de Assistência Social foi, mais uma vez, fortalecida pelo Governo de Alagoas. Dois equipamentos serão cofinanciados nos municípios de Maceió e Arapiraca. Trata-se dos Centros-Dia, que assistem a jovens e adultos com deficiência e atendem a seus familiares. A população em situação de rua também foi contemplada com financiamento integral à Casa de Ranquines, serviço de acolhimento voltado ao público em vulnerabilidade e risco social. 

Os recursos foram aprovados na última quinta-feira (18) em reunião entre a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e o Conselho Integrado de Políticas de Inclusão Social (CIPIS) - órgão responsável por gerir e fiscalizar a utilização dos recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (FECOEP). Tanto o Centro-Dia de Maceió, como o de Arapiraca, receberão, cada um deles, o valor de R$ 240 mil por ano. À Casa de Ranquines será destinado o montante de R$ 1.920,000,00.

“Nós seguimos firmes no sentido de fortalecer a Política de Assistência Social em Alagoas. A aprovação de recursos para o cofinanciamento do Centro-Dia e financiamento do acolhimento para a população em situação de rua demonstra a maneira séria e comprometida como o Governo de Alagoas tem trabalhado para promover a proteção aos mais vulneráveis, numa rede de socioassistencial cada vez mais forte e estruturada”, disse Sílvio Bulhões, Secretário de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social.

Em dezembro de 2020, outros dois tipos de equipamentos já haviam sido cofinanciados pelo estado: os quatro Centros-Pops existentes em Alagoas e a Residência Inclusiva presente em Maceió. Além desses, Cras e Creas continuam a receber recursos estaduais. Os Centros-Dia estão reforçados nessa relação tripartite em que o Governo de Alagoas entra com 50% do valor correspondente ao repasse federal. E a Casa de Ranquines sai revigorada com a integralidade do financiamento do estado.