Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 25 Setembro 2020 13:29
em jaraguá

Hospital de Campanha Dr. Celso Tavares será desativado na segunda (28)

Governador Renan Filho e secretário Alexandre Ayres participam da solenidade de encerramento da unidade que atendeu mais de 300 pacientes com a Covid-19

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Inaugurado em 22 de maio, Hospital de Campanha Dr Celso Tavares contou com leitos de estabilização Inaugurado em 22 de maio, Hospital de Campanha Dr Celso Tavares contou com leitos de estabilização Márcio Ferreira/Arquivo
Texto de Nigel Santana

O Hospital de Campanha Dr. Celso Tavares terá as suas atividades encerradas na próxima segunda-feira (28), às 9h. A solenidade para o fechamento deste ciclo de atendimentos aos pacientes com a Covid-19 contará com as presenças do governador Renan Filho e do secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no bairro Jaraguá, em Maceió.

Em funcionamento desde 22 de maio, o Hospital de Campanha contava com 150 leitos clínicos, sendo quatro deles para estabilização do paciente que estivesse infectado pelo novo coronavírus. Desde o primeiro dia de atendimento até o último final de semana, a unidade assistiu, ao todo, 317 pacientes com a Covid-19. Segundo a gerência do Hospital de Campanha Dr. Celso Tavares, 238 pessoas receberam altas e são consideradas recuperadas da doença. Houve, ainda, 65 transferências de pacientes para a rede estadual de saúde.

“Durante este período em que a pandemia da Covid-19 alarmava o mundo, uma das nossas preocupações aqui era ampliar o número de leitos exclusivos para conseguir atender a população. E foi isso que conseguimos com o Hospital de Campanha Dr. Celso Tavares. Contamos com uma equipe de profissionais da saúde muito engajada e responsável para conseguir salvar vidas”, destaca o secretário. 

Homenagem – O Hospital de Campanha recebeu o nome de Dr. Celso Tavares, médico infectologista que faleceu em fevereiro de 2020. Doutor em Ciências pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM/FIOCRUZ) e Mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP), Celso Tavares era professor aposentado da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), assessor técnico em Doenças Infeciosas e Parasitárias da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), coordenador-geral de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Maceió (SMS) e membro da Câmara Técnica de Infectologia do Conselho Regional de Medicina.