Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 14 Agosto 2020 15:47
CONEDES

Incentivadas pelo Estado, 15 empresas vão injetar mais de R$ 235,7 milhões em Alagoas

Empreendimentos foram contemplados com a concessão de benefícios fiscais e locacionais e irão gerar juntos mais de 4 mil empregos entre diretos e indiretos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Conselho de Desenvolvimento Econômico (Conedes) aprovou, nesta sexta-feira (14), a concessão de benefícios fiscais e locacionais para 15 novas empresas Conselho de Desenvolvimento Econômico (Conedes) aprovou, nesta sexta-feira (14), a concessão de benefícios fiscais e locacionais para 15 novas empresas Ascom Sedetur
Texto de Rafaela Pimentel

Apesar de o momento de crise e recessão econômica enfrentado mundialmente, a política arrojada de incentivos do Governo de Alagoas continua atraindo o interesse de diferentes empreendimentos para se instalar no estado. Em mais uma reunião ordinária, o Conselho de Desenvolvimento Econômico (Conedes) aprovou, nesta sexta-feira (14), a concessão de benefícios fiscais e locacionais para 15 novas empresas, que, juntas, irão injetar mais de R$235,7 milhões na economia alagoana com a geração de 1.081 postos de trabalho, representando 4.385 empregos entre diretos e indiretos. 

O segmento do turismo será um dos maiores contemplados com o impacto dos investimentos. Dois novos empreendimentos do Litoral Norte de Alagoas, o Maceió Mar Hotel All Inclusive Resort, em Ipioca, e o Maragogi Brisa Resort, em Maragogi, receberam incentivos fiscais para sua instalação no estado e, sozinhos, irão movimentar R$98 milhões, além de garantir a oferta de 412 empregos para a população.

Quem também ganha mais competitividade é o mercado de reciclagem com a chegada da empresa Clodax em Maceió, que teve o pedido de incentivos fiscais e locacionais aprovado pelo Conedes e agora investirá R$12,9 milhões no Estado e irá gerar 54 novas vagas de trabalho. Junto com a concessão de novos benefícios, alguns empreendimentos também ampliam os incentivos locacionais, a exemplo da Krona, Copra e Alepak, que com o crescimento das suas atividades criará 358 novos postos de trabalho além dos já existentes.

“Neste momento, em que o mundo passa por uma crise sem precedentes, poder atrair novos investimentos e gerar empregos para Alagoas é uma conquista muito grande. Temos uma política de incentivos arrojada que tem feito toda diferença na escolha das empresas na hora de priorizar nosso estado para se instalar. Com a liberação dos benefícios, vamos aquecer nossa economia com mais de R$235,7 milhões em investimentos e o principal: conseguiremos gerar novas oportunidades para nossa população com a oferta de mais de 1.081 postos de trabalho e mais de 4 mil empregos entre diretos e indiretos”, salienta o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

Setores diversificados

Mantendo a prática de trazer um portfólio diversificado de atuação para Alagoas, foram também incluídas na política de incentivos do Estado empresas do ramo da indústria alimentícia, construção civil, reciclagem, biomassa, indústria de vidros, plástico e de produtos químicos. A dinamização acontece também nos municípios que serão diretamente favorecidos com a instalação das empresas. Desta vez, ao lado da capital Maceió estão também Rio Largo, Maragogi, Craíbas, Murici, Arapiraca, Marechal Deodoro e Pilar.