Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 30 Junho 2020 14:29
Cuidado com o mosquito

Em meio à pandemia da Covid-19, Seagri foca prevenção à dengue

Doação de alevinos no Município de Senador Rui Palmeira auxilia no combate ao Aedes Aegypti

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Alevinos sendo entregues a moradores de Senador Rui Palmeira Alevinos sendo entregues a moradores de Senador Rui Palmeira Ascom Seagri
Texto de Pollyana Almeida

Com o início do período de chuvas, além do isolamento social para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, é necessário reforçar também os cuidados com a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, vetor de doenças como a dengue, a zika e a chikungunya. 

Preocupada em controlar o número de casos dessas doenças, a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) está realizando uma ação, em parceria com a prefeitura do município de Senador Rui Palmeira, que visa a doação de alevinos para ajudar no combate à dengue. Os alevinos são usados em reservatórios de água e atuam comendo as larvas do mosquito Aedes Aegypti, impedindo a sua proliferação. Dependendo do tamanho do reservatório, podem ser colocados de 2 a 4 alevinos de tilápia.

Essa iniciativa já contemplou 450 imóveis do município, com alevinos conseguidos através da Seagri. Em 320 imóveis prioritários foram instaladas telas de combate ao mosquito, adquiridas por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Com a chegada do período chuvoso, vários pontos de foco com acúmulo de água parada começaram a surgir, aumentando a preocupação acerca da disseminação das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes.

Edvan Tertuliano, morador da zona urbana do município de Senador Rui Palmeira, afirma que é muito importante a entrega desses alevinos. "Com certeza vai ajudar no combate ao mosquito transmissor da Dengue. Nós já estamos com dificuldade de encarar essa situação de pandemia causada pelo coronavírus e, se os casos de dengue aumentarem, fica ainda mais complicado para nós trabalharmos, tanto para os profissionais da saúde, quanto para a sociedade de um modo geral", disse Edvan.

Maria José, outra moradora do município, ressaltou que a quantidade de mosquitos realmente diminuiu. “A caixa d'água estava cheia dessas larvas, até em cima, e depois que os alevinos foram colocados, quase não vemos mais. É muito mais eficiente do que os outros produtos que geralmente são usados para acabar com a Dengue."