Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

Segunda, 15 Junho 2020 11:53

EM ALERTA

Defesa Civil e Bombeiros monitoram elevação de rios e lagoas por causa das chuvas

Há previsão de grande volume para esta segunda-feira (15) no Litoral e na Zona da Mata, segundo a Sala de Alerta da Secretaria de Recursos Hídricos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Imagens de satélite mostram formação de nuvens no litoral norte e zona da mata de Alagoas Imagens de satélite mostram formação de nuvens no litoral norte e zona da mata de Alagoas Defesa Civil Estadual
Texto de Alan Fagner

A Defesa Civil Estadual (CEDEC-AL) e o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas, por meio de informações fornecidas pela Sala de Alerta da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), estão monitorando o nível dos rios e lagoas do estado, por conta da  previsão meteorológica de grande volume de chuva para esta segunda-feira (15) no Litoral alagoano e em parte da Zona da Mata.

De acordo com a CEDEC-AL, a variação média das Lagoas Manguaba e Mundaú estavam acompanhando, com predominância, as variações das marés, porém, desde a noite de domingo (14) essa predominância deixou de existir e o nível passou a subir. Em Marechal Deodoro, a lagoa chegou a subir 50 centímetros acima do normal.

A Defesa Civil Municipal de Jacuípe informou que o rio Jacuípe se encontra com o nível elevado e, com isso, equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para atuar na cidade. Já em Maceió, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) emitiu uma atualização com previsão de continuidade das chuvas nas próximas horas, com possibilidade de pancadas. Há a possibilidade de ocorrer deslizamentos de terra em encostas naturais por conta da precipitação incidente e acumulada e de outros fatores geológicos.

Os rios Paraíba, Sumaúma e Mundaú, com a continuidade das chuvas, devem permanecer elevados por mais alguns dias e isso deve impactar na elevação do nível das lagoas, podendo causar inundações.

O Coordenador Estadual de Defesa Civil, tenente-coronel Moisés Pereira de Melo, ressalta que o momento ainda é de cautela e monitoramento. “Estamos em fase de monitoramento e informando a situação para as Coordenadorias de Defesa Civil municipais, para que possam tomar as devidas ações preventivas”, disse o oficial.

O coordenador destaca ainda que em caso de necessidade, a população pode ligar para o número do Corpo de Bombeiros (193) ou para as CEDECs de seus municípios. A Defesa Civil Estadual dará todo apoio ao município que não suporte o desastre.

Segundo o coronel André Madeiro, comandante do Corpo de Bombeiros, a corporação está preparada para agir em caso inundações. “Estamos acompanhando a evolução do aumento do nível dos rios e com equipes de sobreaviso e em prontidão para atuar em ocorrências relacionadas às chuvas”, disse o comandante.