Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 08 Abril 2020 16:04
Prioridade

Serviço Social do Detran segue ativo no período de isolamento social

Atendimento sobre Seguro DPVAT está sendo realizado de forma remota por contato telefônico ou e-mail

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Mesmo nesse período de isolamento social como prevenção à Covid-19, o atendimento está disponível de forma remota Mesmo nesse período de isolamento social como prevenção à Covid-19, o atendimento está disponível de forma remota Lays Peixoto
Texto de Mácio Amaral

Vítimas ou familiares de vítimas de acidentes de trânsito que quiserem tirar dúvidas sobre o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre (DPVAT) podem ficar tranquilos. O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) informa que, mesmo nesse período de isolamento social como prevenção à Covid-19, o atendimento está disponível de forma remota.

O DPVAT tem o propósito de amparar essas vítimas de acidentes e pode ser recebido em três situações: casos de morte, invalidez permanente e reembolso de despesas por assistência médicas e suplementares. Nesse período de quarentena, o atendimento é realizado através dos contatos telefônicos 98833-9295/ 98833-98833-1089 e e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A autarquia reforça que o setor responsável por realizar esse atendimento é comprometido em oferecer um canal de diálogo humanizado com a população. “É um trabalho que temos que ver esse lado humano, focando nas consequências sociais, econômicas e emocionais que permeiam o acidente de trânsito, para além dos dados e estatísticas”, pontua a assistente social do Detran/AL, Sandra Mendes.

O Detran/AL ressalta ainda, que não é necessária a contratação de intermediários. O processo é administrativo e pode ser resolvido pela vítima e/ou familiares, portanto, é importante que o cidadão entre em contato para receber todas as orientações e não ser vítima de fraudes.