Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 26 Março 2020 17:57
DESABRIGADOS

Após inundação, Santana do Ipanema terá ajuda emergencial do governo

Governador esteve no município na tarde desta quinta-feira (26), onde verificou os estragos provocados pelo transbordamento do Riacho Camoxinga

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Governador anunciou ajuda para as famílias afetadas pela inundação Governador anunciou ajuda para as famílias afetadas pela inundação Márcio Ferreira
Texto de Severino Carvalho

O governador Renan Filho esteve, na tarde desta quinta-feira (26), em Santana do Ipanema, Sertão de Alagoas. Ele constatou de perto os estragos causados pela inundação do Riacho Camoxinga, que atingiu o município na noite anterior, e anunciou medidas de socorro à população afetada.

"Mesmo em meio à emergência por causa da pandemia do novo coronavírus, vim a Santana do Ipanema manifestar minha solidariedade ao povo santanense. O Governo do Estado aguardará o decreto municipal de emergência para que possamos liberar recursos e enfrentar esse momento difícil", afirmou Renan Filho.

A prefeitura de Santana do Ipanema informou que aproximadamente 200 famílias foram afetadas pela inundação e 116 casas sofreram danos. Segundo o Corpo de Bombeiros, 50 pessoas foram resgatadas em meio ao transbordamento do riacho Camoxinga, afluente do Rio Ipanema, impactado pelo sangramento de barragens da região em decorrência das fortes chuvas. Não há registro de mortes.

"Primeiro, vamos cuidar dos desabrigados. Nesse momento, o fundamental são as ações emergenciais, ou seja, ajudar a prefeitura a minimizar os impactos aos desabrigados com colchões, cobertores, água potável e alimentação. Depois, vamos ajudar as famílias a reconstruírem suas vidas", afirmou o governador, que visitou a Rua Baraúnas, no bairro Camoxinga, uma das mais afetadas. Ele esteve acompanhado pelo prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões, e pelo deputado federal Isnaldinho Bulhões.

Na casa de Maria das Graças dos Santos, o nível da água chegou perto do telhado. Tudo o que havia no interior do imóvel foi afetado. "Eu estava dormindo e acordei com os meninos chorando. Corri pra pegar a sandália e quando vi, a água já estava na minha cintura. Perdi tudo, não tive tempo de tirar nada", contou Maria das Graças.

Parte das pessoas socorridas foi abrigada na igreja da paróquia de São Cristóvão e no prédio da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal). Outras foram acolhidas na casa de parentes.

O prefeito de Santana do Ipanema disse que Riacho Camoxinga surpreendeu todos com uma elevação acima do normal. "Foi realmente fora da previsão essa tromba d'água. Vamos sair dessa, como saímos de situações piores", garantiu o prefeito.

O deputado federal afirmou que o momento exige união. Segundo ele, é preciso, inicialmente, direcionar os esforços no sentido de socorrer os desabrigados.

Alerta

As águas do Riacho Camoxinga baixaram nesta quinta-feira, mas a Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) emitiu um novo comunicado sobre a situação do Rio Ipanema. Com as chuvas que continuam a cair, o rio ficou 40 cm acima da cota de transbordamento. Diversos pontos podem, ainda, registrar alagamentos, tanto em Santana como em Poço das Trincheiras e em áreas próximas ao leito e localidades à jusante.