Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 10 Março 2020 16:02
Cria

Seades dá início a jornada de capacitações para o Programa Criança Alagoana

Técnicos de assistência social receberam a visita da Seades em vários municípios do Estado

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Técnicos de assistência social receberam a visita da Seades em vários municípios do Estado Técnicos de assistência social receberam a visita da Seades em vários municípios do Estado Ascom Seades
Texto de Fabíola Aguiar

A Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) realizou, de 2 a 6 deste mês, uma intensa agenda de capacitações que fazem parte do Programa Criança Alagoana (CRIA). A ideia é fazer com que os assistentes sociais dos 102 municípios alagoanos possam entender melhor os processos e o funcionamento do programa, assim como as ações que estão sendo implementadas para a agenda 2020.

O Cria é um modelo de gestão que consiste em integrar as atividades nas áreas da saúde, da educação e da assistência social, além de outras secretarias, para que as políticas públicas em prol das gestantes e crianças - de até seis anos - funcionem com mais eficiência. Além disso, a cadeia de informação permite maior articulação entre os municípios alagoanos e o Estado.

Durante a semana de capacitações foi repassado para os técnicos toda agenda e os novos procedimentos que serão adotados para atender a transferência de renda durante 1000 dias a partir da gestação, até os 24 meses da criança. Além disso, os técnicos da Seades, capacitaram os coordenadores de CRAS, Supervisores do Criança Feliz e Técnicos de Referência de CRAS nas 9 regiões mapeadas do Estado de Alagoas (Metropolitana, Alto e Médio Sertão, Planalto da Borborema, Agreste, Serrana dos Quilombos, Baixo São Francisco, Região Norte e Tabuleiro do Sul).

 Segundo Elisângela Lopes, coordenadora do Programa Criança Feliz em Murici, um dos pioneiros no estado a trabalhar com a primeira infância, atualmente existem 102 gestantes já cadastradas, e, com a ampliação das ações, novas gestantes vão poder ser inscritas e receber os benefícios destinados ao público-alvo.