Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

Sábado, 29 Fevereiro 2020 11:21

NOTA OFICIAL

Nota oficial do Hospital Escola Dr. Helvio Auto

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Fachada do Hospital Escola Dr Helvio Auto, no Trapiche da Barra, em Maceió Fachada do Hospital Escola Dr Helvio Auto, no Trapiche da Barra, em Maceió Ascom HEHA
Texto de Ascom HEHA

O Hospital Escola Dr. Helvio Auto (HEHA), unidade assistencial da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), informa que a última visita da Defensoria Pública do Estado em suas instalações ocorreu no mês de novembro de 2019. À época, de forma célere, o hospital enviou a lista de itens necessários para manutenção do atendimento em seus sete leitos.

O hospital informa, ainda, que os dados divulgados no texto da Defensoria Pública são relativos ao mês de novembro de 2019, estando portanto, desatualizados.

Atualmente a Unidade de Terapia Intensiva do HEHA dispõe de mais quatro ventiladores novos da marca VELA, que chegaram no dia 19 de novembro de 2019.

Na UTI ainda consta outros 4 ventiladores Servos S Maquet, que estão funcionando normalmente, cada um com sua cassete expiatória, e mais 4 cassetes reserva. Totalizando 8 ventiladores funcionais para 7 leitos.

Em relação às camas, já existe processo aberto para aquisição de camas elétricas, faltando posicionamento das empresas para lançamento de preços na licitação.

Esclarecemos, ainda, que para atendimento de casos de COVID-19, segundo o Ministério da Saúde e Anvisa, preferencialmente o atendimento deve ser feito utilizando pressão negativa naquelas instituições que possuem, na ausência deste tipo de unidade, deve-se colocar o paciente em isolamento em quartos com portas fechadas e restringir o número que profissionais que realizam o atendimento.

Estando, portanto o Helvio Auto, de acordo com as orientações preconizadas pelos órgãos oficiais.

Desde o mês de janeiro de 2020, o Hospital Escola Dr. Helvio Auto promove capacitações e reuniões semanais para elaboração e discussão de fluxos em conjunto com a Uncisal e Secretaria de Estado da Saúde.

Reiteramos que dispomos dos equipamentos necessários para prover um atendimento adequado aos casos suspeitos de coronavírus e que não há motivo para apreensão na população.