Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 05 Dezembro 2019 10:37
INOVAÇÃO

Centelha Alagoas anuncia prorrogação de inscrições em edital de R$1,6 milhão

Oportunidades para empreendedores vai até o dia 19 deste mês

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
). O intuito da iniciativa  é abarcar mais ideias inovadoras e permitir que as propostas iniciadas sejam terminadas e submetidas à chamada ). O intuito da iniciativa é abarcar mais ideias inovadoras e permitir que as propostas iniciadas sejam terminadas e submetidas à chamada Zona Coworking / Creative Commons
Texto de Tárcila Cabral e Naísia Xavier

Transformar ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso, essa é aposta da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) para 2020. Neste ensejo, o Programa Centelha operacionalizado pela Fapeal realizou um cronograma extenso de divulgações e oficinas, que serão continuadas com o anúncio da prorrogação do edital, publicada nessa terça (3). O intuito é abarcar mais ideias inovadoras e permitir que as propostas iniciadas sejam terminadas e submetidas à chamada.

O edital foi prorrogado até o dia 19 de dezembro de 2019. As inscrições devem ser realizadas até às 18h no site do programa. Até o momento desta publicação, 916 ideias de Alagoas foram registradas, mais 546 iniciadas. Este marco situa o estado na 6ª colocação nacional com maior número de submissões, e 2ª maior do Nordeste, o que demonstra potencialidade e demanda para empreender.

Mas o trabalho não para por aí. Ainda restam mais de 500 ideias inovadoras iniciadas na plataforma, em desenvolvimento para inscrição. Os selecionados vão receber capacitações e mentorias, além de o próprio investimento, que será fornecido as propostas finalistas. Ao fim do programa Centelha, cada empresa aprovada receberá um recurso de subvenção econômica em até R$57 mil, ou seja, sem devolução financeira.

Com um orçamento global de R$1,6 milhão, o Centelha Alagoas pretende dar celeridade em 2020 ao setor inovador e empreendedor alagoano, de forma democrática e integradora. Quem estiver interessado em submeter propostas e tiver uma equipe disposta a empreender, pode acessar o site da chamada. O cronograma do edital será atualizado no mesmo portal.

Cecília Rocha, titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), comenta que a prorrogação significa uma oportunidade de estimular mais jovens e empreendedores a inscrevem suas ideias inovadoras no programa, mostrando que Alagoas tem inúmeros talentos na CT&I.

“Somos um Estado referência para o mundo no segmento de startups, por exemplo, com empresas com projeção internacional e que surgem de pequenas e boas ideias. Nós do Governo de Alagoas, por meio da Secti e da Fapeal, temos o dever de continuar fomentando práticas assim e o programa Centelha é, sem dúvida, um grande passo para isso”, observa a secretária.

Mais tempo, melhores chances

Quem já fez a inscrição antes da prorrogação ganha mais tempo para editar suas ideias já submetidas e também para submeter quantas outras quiser. A data de submissão também será usada como critério de desempate, caso necessário. Assim, quanto mais cedo, melhor.

Todas as ideias podem ser editadas até o último minuto do prazo final, portanto, submeter com antecedência não vai implicar em falta de qualidade ou menos competitividade, pelo contrário.  

Para João Vicente Lima, diretor executivo de CT&I da Fapeal, a extensão do prazo teve boas razões: “É a primeira vez que a gente roda em Alagoas um edital com essa peculiaridade e complexidade. Então, até as pessoas entenderem do que se trata e começarem a produzir suas ideias, pensar que essas ideias podem ser um negócio, tem um tempo de maturação, tem um tempo para que elas evoluam de um ponto a outro”, aponta o gestor.

“E, nesse sentido, a gente viu que as indagações e as solicitações para uma prorrogação foram aumentando. Os grupos foram se animando nas instituições, pelas cidades no interior do estado, e todos os parceiros entenderam que seria bom aumentar esse tempo”, acrescenta João Vicente.

“A gente espera, de fato, obter ainda mais ideias qualificadas por conta desse tempo que os empreendedores têm requerido, para que consigam chegar num ponto que seja do seu agrado, antes de submeter efetivamente a ideia”, resume o sociólogo.

Cooperação

O Centelha faz parte de uma iniciativa de fomento ao empreendedorismo inovador, em âmbito nacional – do qual participam 17 estados – capitaneada pela Finep, a Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), além do CNPq, agência vinculada ao mesmo ministério.

Localmente, também colaboram o Sebrae, a Federação das Indústria (FIEA) e o IEL. A detentora da metodologia do programa é a Fundação Certi, de Santa Catarina.