Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sábado, 30 Novembro 2019 13:25
SEGURANÇA

Operação Flash Back: 34 presos são transferidos para o Presídio do Agreste

Seris mobilizou policiais penais do Grupo de Remoção e Intervenção Tática do sistema prisional, militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais e do Grupamento Aéreo da SSP

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Presos foram transferidos para presídio de segurança máxima em Girau do Ponciano Presos foram transferidos para presídio de segurança máxima em Girau do Ponciano Foto:Bruno Soriano
Texto de Bruno Soriano

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) realizou neste sábado (30), mais uma grande operação de transferência de reeducandos para o Presídio do Agreste. Sob forte esquema de segurança, 34 presos na Operação Flash Back, desencadeada com o objetivo de desmantelar organização criminosa envolvida numa série de crimes em Alagoas e mais sete estados, seguiram para a unidade prisional de segurança máxima localizada no município de Girau do Ponciano.

A operação deste sábado mobilizou policiais penais do Grupo de Remoção e Intervenção Tática (Gerit) do sistema prisional, além de militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública.

Na quarta-feira (27), quando os representantes dos órgãos envolvidos na operação Flash Back concederem entrevista coletiva à imprensa, no Palácio República dos Palmares, o secretário da Ressocialização e Inclusão Social, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, parabenizou a integração das forças de segurança e garantiu aplicar o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), como previsto na Lei de Execução Penal, até que todos venham a ser transferidos para um presídio federal.

Já sobre os 23 faccionados que já se encontravam presos e voltaram a delinquir, o secretário acrescentou que os mesmos serão isolados, havendo, inclusive, limitações ao direito de visita. “Portanto, a gestão prisional participou desde o início desta grande operação, contribuindo decisivamente com o trabalho desenvolvido pelas equipes que integram o nosso serviço de inteligência”, afirmou o titular da Seris, lembrando, ainda, as operações de revista realizadas periodicamente em todas as unidades prisionais do estado.

Além de em Alagoas, os mais de 100 mandados de prisão foram cumpridos em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Tocantins e Sergipe.