Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 13 Novembro 2019 09:59
PRIMEIRA INFÂNCIA

Capela adota boas práticas do Cria com ações de saúde, assistência, nutrição e lazer

As três unidades de saúde do município foram construídas com espaços dedicados às crianças e ambientação favorável ao acolhimento dos pequenos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
As salas de vacinação, pediatria e odontopediatria das unidades de saúde foram decoradas para tornar os ambientes mais confortáveis e lúdicos. Outra medida adotada foi o espaço para o atendimento das famílias que participam do programa Criança Feliz As salas de vacinação, pediatria e odontopediatria das unidades de saúde foram decoradas para tornar os ambientes mais confortáveis e lúdicos. Outra medida adotada foi o espaço para o atendimento das famílias que participam do programa Criança Feliz Felipe Brasil
Texto de Iara Malta

As boas práticas na primeira infância seguem em crescimento nos municípios alagoanos, desde a criação do programa Criança Alagoana (CRIA). Desta vez é a cidade de Capela, na Zona da Mata, que está dando o exemplo de cuidados com gestantes e crianças, de até 6 anos, garantindo melhor desenvolvimento das novas gerações.

A visão voltada às políticas públicas da primeira infância já são aplicadas nas três unidades de saúde do município, que foram construídas com espaços dedicados às crianças e ambientação favorável ao acolhimento dos pequenos.

As salas de vacinação, pediatria e odontopediatria foram decoradas para tornar os ambientes mais confortáveis e lúdicos. Outra medida adotada foi o espaço para o atendimento das famílias que participam do programa Criança Feliz.

As salas de vacinação, pediatria e odontopediatria das unidades de saúde foram decoradas para tornar os ambientes mais confortáveis e lúdicos (Felipe Brasil)

Além das visitas domiciliares, a sede da Secretaria Municipal de Assistência Social de Capela, construiu espaço lúdico e salas de atendimentos para realizações de cursos e oficinas com as gestantes, mães, supervisores e visitadores que atuam no Criança Feliz.

“Aqui nós produzimos, juntos com as mães, os brinquedos educativos com materiais reciclados e personalizados para cada faixa etária. O espaço foi construído para estimular a brincadeira com foco no desenvolvimento motoro e intelectual das crianças. Também realizamos palestras para as mães e profissionais do Criança Feliz.”, disse secretária de assistência e primeira-dama do município, Lícia Melro.

O CRIA

Lícia explicou que toda reestruturação feita no atendimento às gestantes e a criança na primeira infância foram motivadas pelo Cria. “Acompanhamos as palestras, capacitações e reuniões promovidas pelo Governo do Estado para orientar os municípios na implantação das políticas públicas na primeira infância e compreendemos que esse é o caminho para garantirmos um desenvolvimento integral”, disse a primeira-dama.

As salas de vacinação, pediatria e odontopediatria das unidades de saúde foram decoradas para tornar os ambientes mais confortáveis e lúdicos (Felipe Brasil)

Uma dessas orientações do Estado foi a visita guiada ao Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN), que resultou na construção do Centro de Nutrição. No espaço, financiado pela Prefeitura de Capela, são armazenados os alimentos, além de ter uma área para cursos destinados às merendeiras. “Com o Centro podemos garantir uma merenda com mais qualidade, segurança e variedade nutricional”, explicou Karina Albuquerque, nutricionista responsável técnica pelo Centro de Nutrição.

Atividades esportivas e lúdicas também foram priorizadas para as crianças, como a oferta de aulas de balé para crianças a partir de 5 anos, e a construção das praças com parques infantis. Lícia afirmou que o próximo passo é fechar parceria com o Estado para reforma da maternidade e adesão a todos os projetos propostos pelo Cria para melhorar o atendimento às gestantes e às crianças.

O Cria, o programa da primeira infância de Alagoas, trabalha de forma intersetorial, com ações voltadas aos cuidados de gestantes e de crianças de 0 a 6 anos. O Governo atua junto aos municípios com capacitações, assessoramento, com base em planejamentos e objetivos estratégico.