Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 08 Novembro 2019 10:30
balanço

Unidades da Sesau atendem mais de 95 mil pessoas no mês de outubro

Apenas no HGE foram assistidos 13.949 usuários do SUS; a maioria casos clínicos, com 8.697 notificações

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
HGE referência no atendimento de urgência e emergência registrou mais de 8 mil atendimentos clínicos HGE referência no atendimento de urgência e emergência registrou mais de 8 mil atendimentos clínicos Carla Cleto
Texto de Fabiano Di Pace

As unidades administradas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realizaram um total de 95.465 atendimentos no mês de outubro. Os números foram compilados pelas unidades através das gerências de Atenção Pré e Hospitalar.

No Hospital Geral de Estado (HGE), maior unidade pública de saúde de Alagoas e referência como hospital de portas abertas para os usuários do SUS na capital e interior, foram registrados 13.949 atendimentos. A maioria de casos clínicos adultos, com 8.697 registros.

Dos atendimentos registrados em outubro no HGE, 670 foram acidentes de trânsito. No balanço de todas as unidades da Sesau, aparece o registro de 188 acidentes de trabalho, além de 184 atendimentos entre agressões físicas por armas de fogo e branca. Dos pacientes que deram entrada no hospital no mês passado, 37 foram vítimas de queimaduras, 36 apresentaram problemas otorrinos e outros 173 pacientes precisaram realizar cirurgias eletivas.

No recém-inaugurado Hospital da Mulher, em Maceió, 431 pessoas passaram pelo setor de acolhimento com classificação de risco. Desse total, 142 foram encaminhadas para parto, sendo 81 normais e 61 cesáreos.

 A Área Lilás, da Rede de Atenção às Vítimas de Violência Sexual (RAVVS), atendeu 33 vítimas. O hospital realizou ainda 217 consultas durante o seu primeiro mês de funcionamento.

Assistência Farmacêutica – No Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf), antiga Farmex, 25.134 usuários receberam medicamentos de alto custo. Em relação a setembro deste ano, houve um aumento de 3.912 pessoas. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, esse resultado atesta a eficiência da assistência farmacêutica estadual, que tem recebido total atenção do Governo do Estado, com a aplicação de novos investimentos que vem se refletindo na vida dos alagoanos beneficiários pelo Ceaf.

Assistência Pré-Hospitalar – Os cinco ambulatórios 24 horas que fazem parte do atendimento Pré-hospitalar estadual atenderam 33.399 usuários. Deste total, 9.256 foram no João Fireman (Jacintinho), que desde o dia dois de novembro teve seus serviços transferidos para a UPA Ismar  Gatto (Jacintinho). Já o Assis Chateaubriand (Tabuleiro do Martins), prestou assistência a 7.528 pessoas. O Ambulatório Denilma Bulhões (Benedito Bentes) registrou 6.832 atendimentos, enquanto o Miguel Câmara (Chã da Jaqueira) atendeu 5.201 pacientes. O Noélia Lessa (Levada) realizou o atendimento de 4.582 usuários. Na Clínica Daisy Breda, que fica na Levada, em Maceió, foram assistidos 3.146 usuários.

No Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), na central Maceió, o mês foi fechado com 2.338 ocorrências na capital e 720 nas unidades descentralizadas da 1ª Macrorregião de Saúde. Na central do Samu em Arapiraca foram registrados 844 atendimentos de emergência e urgência e 631 nas unidades descentralizadas da 2ª Macrorregião de Saúde.

Rede hospitalar no interior – As unidades hospitalares mantidas pela Secretaria de Estado da Saúde, que ficam em Delmiro Gouveia (Antenor Serpa), Água Branca (Hospital Quitéria Bezerra) e Piranhas (Arnon de Melo), no Sertão, juntas atenderam 9.844 pessoas. No Hospital de Emergência do Agreste foram assistidos 4.779 usuários.