Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 01 Novembro 2019 10:54
ENTRADA GRATUITA

Cinquenta trabalhos científicos participam da Feira de Ciências da Educação Básica de AL

Experiment-AL, que acontece de 4 a 7 de novembro, no Centro de Inovação do Polo Tecnológico, em Jaraguá, conta com uma vasta programação, que inclui palestras e oficinas sobre tecnologia, inovação e ciência

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
A presentação de química dos alunos da Uneal teve a participação do público A presentação de química dos alunos da Uneal teve a participação do público Ascom Secti
Texto de Geysa Miranda

Uma oportunidade para jovens cientistas de Alagoas apresentarem seus trabalhos de pesquisa e para comunidade conhecer o que está sendo desenvolvido no estado, assim é a Feira de Ciências da Educação Básica de Alagoas, a Experiment-AL, que acontecerá de 4 a 7 de novembro, no Centro de Inovação do Polo Tecnológico, no bairro Jaraguá, em Maceió.

Serão apresentados 50 trabalhos científicos de estudantes da rede pública e privada de ensino da capital e do interior do estado. Além disso, o evento contará com uma programação gratuita e aberta ao público, com palestras e oficinas que versam sobre ciência, tecnologia e inovação, além de retratar a temática deste ano que é “Inovação e empreendedorismo: soluções para cidades inteligentes”. Para participar da programação não precisa de inscrição prévia, basta visitar a Feira, das 9h às 12h ou das 13h às 18h.

Programação da Experiment-AL, de 4 a 7 de novembro, conta com apresentação de trabalhos científicos, palestras e oficinas sobre tecnologia, inovação e ciência (Ascom Secti)

A Experiment-AL é um projeto da Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal) e tem o apoio do Sebrae Alagoas, das secretarias de estado da Saúde e da Ressocialização Social, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas e da Gracom, escola de efeitos visuais.

Dados Experiment-AL 2019

Este ano, a Experiment-AL foi recorde de inscrições, totalizando 142 trabalhos submetidos de 17 cidades do interior de Alagoas, além da capital Maceió.

Os 50 trabalhos foram selecionados por uma comissão avaliadora formada por professores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), do Centro Universitário Cesmac, do Centro Universitário Tiradentes (Unit) e convidados. Todos os trabalhos serão apresentados e reavaliados durante os quatro dias de Feira.

Os primeiros colocados da categoria ensino fundamental e médio ganharão uma bolsa de iniciação científica durante 12 meses para investir na sua pesquisa científica.