Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 25 Outubro 2019 16:29
EDUCAÇÃO

Custodiados do Sistema Prisional são certificados pelo exame supletivo

Índice de aproveitamento foi superior a 88%; iniciativa é decorrente de parceria com a Seduc

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Dos 51 reeducandos que participaram do exame, 45 foram certificados Dos 51 reeducandos que participaram do exame, 45 foram certificados Foto: Bruno Soriano
Texto de Maysa Cavalcante

Ofertar educação para os reeducandos do sistema prisional alagoano é um dos principais pilares para efetivar a reintegração social dos apenados. Visando alcançar esse objetivo, a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc) promoveu o exame supletivo em algumas unidades prisionais. A iniciativa auxilia no processo educacional dos custodiados que não conseguiram a escolarização na idade correta.

A supervisora de Educação da Seris, agente penitenciário Genizete Tavares, destaca os inúmeros benefícios decorrentes da aplicação do exame. “A educação é um direito do custodiado. Por diversos motivos, muitos reeducandos não tiveram a oportunidade de frequentar a escola no período correto. O supletivo contribui para que o processo educacional deles aconteça, mesmo que dentro do sistema prisional”, disse.

O custodiado Weverton Torres, de 23 anos, foi um dos beneficiados pelo exame. De acordo com ele, a educação é determinante para a mudança de vida. “Estou buscando a certificação do ensino fundamental para dar continuidade aos meus estudos, visando concluir também o ensino médio. Sei que, através da educaçã, eu terei novas oportunidades e mais chances de ser aproveitado no mercado de trabalho”, afirmou.

Provas - Os reeducandos da Casa de Custódia da Capital foram os primeiros beneficiados com a aplicação das provas, no dia 21 de outubro. Dos sete apenados que participaram do teste, seis conseguiram a certificação. No Presídio Cyridião Durval, as provas ocorreram no dia 22 de outubro. Nesta unidade, oito reeducandos fizeram o exame e cinco foram aprovados nas provas.

Na Penitenciária de Segurança Máxima (PESM), a prova para avaliação do nível de conhecimento aconteceu na tarde da última quarta-feira (23). Dos sete custodiados que participaram da prova, cinco conseguiram a certificação. Os últimos testes foram aplicados no Presídio Baldomero Cavalcanti, na quinta-feira (4). Na unidade, o índice de aproveitamento foi de 100% e os 29 custodiados que participaram das provas foram aprovados. Ao todo, 51 reeducandos participaram do exame e 45 foram certificados, ou seja, o índice de aproveitamento foi superior a 88%.