Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 18 Setembro 2019 16:59
ESPORTE E INCLUSÃO

Festival Nacional Paralímpico acontece pela segunda vez em Maceió neste sábado (21)

Evento acontecer neste sábado (21) no ginásio do CDR no Cepa; credenciamento inicia às 8h e atividades a partir das 9h

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Evento, que também aconteceu em 2018, visa promover esporte e inclusão Evento, que também aconteceu em 2018, visa promover esporte e inclusão Foto: Manuella Nobre
Texto de Manuella Nobre

Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Desporto Recreação Professora Cleonice de Barros (CDR), no Cepa, no bairro do Farol, sediará o Festival Nacional Paralímpico, realizado em comemoração ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico, 22 de setembro. Neste ano, o evento ocorrerá no sábado (21), em 69 cidades do Brasil. Aqui, o credenciamento inicia às 8h e as atividades acontecem das 9h até o meio dia.

De acordo com o coordenador técnico do evento, Henrique Vilela, este ano os participantes poderão experimentar três novas modalidades: futebol, basquete e atletismo, diferente da edição passada, que ofereceu: bocha, vôlei sentado e goalball.

Evento, que também aconteceu em 2018, visa promover esporte e inclusão (Foto: Manuella Nobre)

O evento é promovido pelo Comitê Paralímpico Nacional e visa à experimentação e promoção do esporte adaptado. A previsão é atender até 250 crianças e adolescentes, inseridos nas escolas, entre 10 e 17 anos, com deficiências física, intelectual ou visual.

“A ideia é promover um dia de recreação e experiências esportivas adaptadas a estas crianças e despertar o interesse para estas práticas. Este ano, estamos diversificando a oferta de modalidades além das estabelecidas pelas instituições que elas já frequentam. Estamos preparando um dia festivo e esperamos a presença de pais, alunos e todo público incentivador destas práticas”, convida Henrique.

Conquista - Estudante da Escola Estadual José da Silveira Camerino e medalhista estadual e nacional nas Paralimpíadas Escolares, Danielle Gomes, será uma das presenças confirmadas do Festival. De 2016 para cá, ela conquistou 25 medalhas de ouro, prata e bronze, todas no atletismo.

Dani mostra orgulhosa as suas medalhas (Foto: Manuella Nobre)

“Ser atleta é ter várias experiências, conhecer novos lugares, é uma experiência muito boa. Isto é uma vitória para mim, poder estar fazendo o que faço. E o festival é muito bom, é legal dar a chance àqueles que têm deficiências. Nada é impossível, principalmente para nós, que temos uma dificuldade a mais que os outros. Poder estar fazendo aquilo, conquistando, viajando, tendo o nosso mérito, tudo isso é muito bom”, avalia Dani, como é conhecida.

Programação – Confira abaixo a programação do Festival Paralímpico em Alagoas, neste sábado (21):

8h: Credenciamento

9h: Circuito de ginástica para aquecimento dos alunos atletas

9h15: Oficina de atletismo

9h50: Oficina de basquete

10h20: Oficina de futebol

11h: Lanche

11h30: Exibição de vídeo e encerramento