Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 12 Agosto 2019 14:02
oásis no semiárido

Assistência técnica garante diversificação de culturas aos produtores do Canal do Sertão

Em Água Branca, orientações de técnicos da Emater para o uso adequado da irrigação contribuem na produção de frutas e hortaliças

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Produtor Claudio Gonzaga recebe orientações do técnico da Emater em sua plantação Produtor Claudio Gonzaga recebe orientações do técnico da Emater em sua plantação Foto: Ronaldo Lima
Texto de Ronaldo Lima

Para quem ainda tem dúvidas que no Sertão alagoano já existe produção de frutas como morango, açaí, caju, goiaba, melancia e melão, para citar alguns exemplos, no município de Água Branca já é possível encontrar essas variedades. Destaque também para hortaliças e o cultivo de plantas ornamentais.

No povoado Morros, em Água Branca, o pequeno produtor rural Cláudio Gonzaga, popularmente conhecido como “Gia”, vem diversificando sua produtividade distribuída em suas dez tarefas de terra da família. Com assistência técnica da Emater, sua produção é de encher os olhos, fruto de um sistema de irrigação com o a utilização da água do Canal do Sertão.

O produtor é assistido pelo Projeto Dom Helder Camara, um programa de ações referenciais de combate à pobreza e apoio ao desenvolvimento rural sustentável no semiárido.

Morango também vem sendo cultivado no Sertão (Foto: Ronaldo Lima)

O projeto está embasado no conceito de convivência e articulado de acordo com as dimensões sócio-políticas, ambientais, culturais, econômicas e tecnológicas por processos participativos de planejamento, gestão e controle social.

Sua dedicação, aliada às orientações da zootecnista da Emater, Isaquiel Dias, faz com que a produção de horticultura agroecológica, orelículas e mudas da área do pequeno produtor Cláudio Gonzaga se transforme num oásis no Sertão alagoano.

Ele explica que tem investido no plantio de melão, tendo um bom retorno financeiro já que é possível obter três safras por ano, sendo uma rota de cultura para o plantio do feijão. “Vendo minha produção em feira livre e também para atravessador, o que me garante renda o ano inteiro”.

Diversificação conta com mudas de frutas, plantas ornamentais e nativas (Foto: Ronaldo Lima)

Em sua área, “Gia” cultiva morango, alface, coentro, caju, goiaba, hortelã, rúcula, cebolinha, alho poró, açaí e ainda tem como uma alternativa a produção de frutas e hortaliças o cultivo e venda de mudas de plantas ornamentais (samambaias), frutíferas (morango) e nativas (sabiá).

Outra vantagem, como explica o técnico da Emater, Isaquiel Dias, é que agricultor comercializa em feiras da região e já tem um público específico consumidores de produtos orgânicos, o qual ele já faz a entrega direta dos seus produtos.

Água do Canal do Sertão, kits de irrigação e assistência técnica periódica se transformam em ferramentas que contribuem para uma boa produção, maior rotatividade de culturas e vendas diretas ao seu público consumidor. São vantagens que beneficiam diretamente a atividade de campo do pequeno produtor Cláudio Gonzaga, em Água Branca (AL).