Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 08 Abril 2019 11:37
PLANEJAMENTO REPRODUTIVO

Sesau e MS promovem I Oficina de Avaliação da Rede Cegonha em Alagoas

Ação visa favorecer a troca de informações, esclarecer dúvidas e discutir a proposta de um Plano de Ação para implantação de melhorias

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Rede Cegomha assegura o parto humanizado às gestantes alagoanas Rede Cegomha assegura o parto humanizado às gestantes alagoanas Foto: Carla Cleto
Texto de Marcel Vital

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e o Ministério da Saúde (MS) promovem na terça (9) e quarta-feira (10), a I Oficina de Avaliação da Rede Cegonha em Alagoas. O evento vai ocorrer às 8h, no auditório do Museu da Imagem e do Som (Misa), localizado no bairro Jaraguá, em Maceió.

O encontro terá como público-alvo os gestores da Sesau, os diretores, os coordenadores de medicina e enfermagem da obstetrícia e neonatologia das maternidades avaliadas, os representantes do Grupo Condutor Estadual da Rede Cegonha e os secretários de saúde municipais. O objetivo da oficina é favorecer a troca de informações, esclarecimentos de dúvidas e discutir a proposta de um Plano de Ação para melhoria dos itens de verificação, com resultados classificados como não adequado, incipiente ou parcialmente adequado.

Segundo a coordenadora estadual da Rede Cegonha, Syrlene Patriota, a finalidade do evento é avaliar as todas as diretrizes e, com isso, melhorar cada vez mais os serviços das maternidades em Alagoas. “Esse evento tem como proposta estabelecer as boas práticas e humanização do cuidado na Rede Materno-Infantil no Estado. A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde que visa implementar cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, assim como o direito de nascimento seguro às crianças, seu crescimento e desenvolvimento saudáveis”, destacou.

Programação - No dia 9, das 8h às 17h30, no auditório do Misa, no bairro Jaraguá, em Maceió, haverá um trabalho de grupo das maternidades localizadas nas 3ª, 6ª, 7ª, 8ª, 9ª e 10ª Regiões de Saúde, com apresentações do Panorama da Atenção ao Parto e Nascimento em Alagoas e da qualificação da Rede de Atenção à Saúde (RAS) no âmbito da Atenção Obstétrica e Neonatal. Também serão apresentados o processo avaliativo e resultados por Região de Saúde e maternidades, bem como uma discussão coletiva sobre a construção de um Plano de Ação e o monitoramento e avaliação das boas práticas de Atenção ao Parto e Nascimento da Rede Cegonha 2019.

Já no dia 10, das 8h às 12h30, no Hospital Universitário (HU), no Tabuleiro do Martins, haverá um trabalho de grupo das maternidades da 1ª e 5ª Regiões de Saúde para a construção de um Plano de Ação e apresentação das respectivas atividades. Ainda ocorrerá uma discussão coletiva do plano de ação de trabalho de monitoramento e avaliação das práticas de Atenção ao Parto e Nascimento da Rede Cegonha, além de uma roda de conversa a fim de discutir, na prática, as estratégias de monitoramento, avaliação e encaminhamento da Rede.

As maternidades e os hospitais envolvidos na oficina serão Santo Antônio, Nossa Senhora de Fátima, Açúcar, Nossa Senhora da Guia, Escola Santa Mônica, Universitário Professor Alberto Antunes, em Maceió; Ib Gatto Falcão, em Rio Largo; São Vicente de Paulo, em União dos Palmares; Santa Casa de São Miguel dos Campos; Carvalho Beltrão, em Coruripe; Santa Casa de Penedo; Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca; Santa Rita, em Palmeira dos Índios; Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema; e Antenor Serpa, em Delmiro Gouveia.