Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 02 Janeiro 2019 10:00
SANEAMENTO

Operação de combate ao esgoto clandestino começa nesta quarta-feira (2)

Ação inédita busca reduzir número de ligações de águas pluviais com a rede de esgoto

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Operação vai fiscalizar redes coletoras de esgoto com caminhões específicos disponibilizados pela Casal Operação vai fiscalizar redes coletoras de esgoto com caminhões específicos disponibilizados pela Casal Ascom Casal
Texto de Ascom Casal

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e a Prefeitura de Maceió realizam, pela primeira vez, um programa integrado para coibir ligações clandestinas de esgoto conectadas às redes de águas pluviais do município; ligações clandestinas de águas pluviais às redes de esgoto; despejo de gordura diretamente na rede de esgoto e limpa fossa sendo colocado em locais indevidos.

Denominada “Rede Limpa”, a operação vai ter início nesta quarta-feira (2), às 9h30, na parte baixa da capital, nos bairros Jatiúca e Ponta Verde, contemplando num primeiro momento a Avenida Doutor Antônio Gomes de Barros (antiga Amélia Rosa) e as ruas Empresário Carlos da Silva Nogueira e Hamilton de Barros Soutinho, que direcionam as águas pluviais para uma galeria que deságua na praia, em frente ao edifício Pátmos.

A ação inédita vai reunir diversos setores da Casal e da Prefeitura de Maceió, entre eles, fiscalização, operacional, infraestrutura, ambiental e comunicação. O trabalho vai contar com aparato que compõe 16 profissionais de campo (técnicos e auxiliares), duas retroescavadeiras, duas caçambas e quatro caminhões de sucção e jateamento.

“Rede Limpa” é resultado de reuniões envolvendo a Casal, o Conselho Municipal de Proteção Ambiental (Compram) e as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e Infraestrutura (Seminfra), que juntas farão vistorias em tubulações de esgoto da Companhia e em galerias de águas pluviais da prefeitura que deságuam na praia.

De acordo com o presidente da Casal, Clécio Falcão, a operação só trará benefícios à população. “Essa parceria demonstra o compromisso dos gestores estaduais e municipais com o saneamento da nossa cidade, que merece atenção e deve ser cuidado por todos”, reforçou.

Segundo o vice-presidente de Gestão Operacional da Companhia, Francisco Beltrão, é necessária a união de todas as entidades envolvidas no processo para que se encontre uma solução efetiva de combate à ligações irregulares de esgoto. “O ‘Rede Limpa’ será um programa permanente, que visa corrigir ligações irregulares nas redes de esgotamento sanitário e de águas pluviais, resultando em balneabilidade das nossas praias. Para isso, queremos contar com a parceria da população e dos veículos de comunicação, com campanhas educativas do uso consciente, responsável e racional das nossas redes de saneamento”, enfatizou.

Nessa primeira etapa, as equipes irão atuar nas redes da parte baixa de Maceió, iniciando na Bacia do edifício Pátmos e se estendendo aos locais considerados críticos e propensos a lançamentos de águas sujas nas praias da capital.