Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 06 Dezembro 2018 14:00
MAIOR DA HISTÓRIA

Maceió tem queda de 82% nos assaltos a ônibus em novembro

Segurança Pública registrou menor índice da série histórica, comparado com o mesmo mês do ano anterior; capital já chegou a ter 150 assaltos por mês

Redução é fruto do trabalho integrado das forças policiais na capital Redução é fruto do trabalho integrado das forças policiais na capital Thiago Sampaio
Texto de Vanessa Siqueira

O mês de novembro teve o menor número de assaltos a coletivos registrados em Maceió. Segundo dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), foram dez ocorrências em todo o mês.

 

Os números foram apresentados durante reunião com representantes das empresas de ônibus, o Sindicato dos Rodoviários (Sinttro) e a cúpula da Segurança Pública, nesta quinta-feira (6). Em novembro do ano passado, a capital registrou 55 ocorrências, o que mostra uma significativa queda de 82% em 2018.

 

O secretário da Segurança Pública, Lima Junior, destacou que o resultado é histórico, o menor já registrado no estado. Ele parabenizou as polícias Civil e Militar pelo trabalho integrado realizado e que refletiu nas ruas. Lima Junior reforçou a necessidade de se intensificar o policiamento durante o fim de ano, pelo fluxo maior de pessoas utilizando o transporte público.

 

“Alcançamos um resultado que me deixa muito feliz, pois nunca imaginamos chegar a registrar apenas dez assaltos em um mês. Já chegamos a ter uma média de 150 assaltos mensalmente e reduzir desta forma é muito significante. Esse trabalho é fruto da parceria que se consolidou com as empresas e os rodoviários e agora nossa responsabilidade será dobrada para manter os números neste patamar”, afirmou.

 

Dados foram apresentados em reunião entre a cúpula da Segurança Pública (Thiago Sampaio e Ascom SSP)

 

O subcomandante de Policiamento da Capital (CPC), tenente-coronel Lima Neto, destacou a necessidade de se manter o ritmo de trabalho feito pelos batalhões para que os números sigam estabilizados.

 

“O CPC reitera seu compromisso de manter o policiamento nas ruas e não aceita patamares altos de assaltos novamente. O número obtido em novembro reforça nosso compromisso e também a meta para 2019”, disse.

 

O comandante do Ronda no Bairro, Coronel Silva, falou da satisfação dos integrantes do programa em auxiliar as forças de segurança no patrulhamento e outras ações que visam coibir os assaltos em coletivos.

 

Já o presidente do Sindicato dos Rodoviários (Sinttro), Sandro Reges, parabenizou a Segurança Pública pelo apoio dado aos rodoviários e pelas ações realizadas, que transformaram a realidade da categoria.

 

“Hoje os motoristas e cobradores fazem questão de que a Polícia Militar aborde os coletivos. Antes isso era motivo de muita reclamação, mas eles entenderam que é com esse trabalho que a Segurança Pública vem conseguindo reduzir o número de ocorrências nos veículos. Tudo isso nos deixa muito satisfeitos, pois reconhecemos os esforços e nos colocamos à disposição para ajudar no que for preciso”, completou Reges.