Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Domingo, 17 Abril 2016 16:03
FOMENTO

Programa de Avicultura Familiar beneficia mais 73 famílias em Mar Vermelho

Pequenos produtores são incentivados a integrar a cadeia produtiva das aves de forma efetiva, com suporte técnico e animais de qualidade

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
A Seagri fica responsável pela distribuição das aves para início da produção e pela distribuição da ração inicial A Seagri fica responsável pela distribuição das aves para início da produção e pela distribuição da ração inicial Ascom Seagri
Texto de Petrônio Viana

Mais 73 famílias de agricultores familiares do município de Mar Vermelho foram beneficiadas na última sexta-feira (15) com a entrega de 1.000 pintinhos entregues pelo Programa de Avicultura Familiar (PAF) executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri).

A ação reuniu o superintendente de Inclusão Produtiva da Seagri, Israel Alcântara, a prefeita Juliana Almeida, o vice-prefeito André Almeida, vereadores do município e dirigentes de cooperativas, associações e sindicatos rurais da região. O superintendente da Seagri destacou que essa foi a segunda vez que o município foi contemplado pelo PAF.  

“O Governo busca alternativas viáveis para o desenvolvimento produtivo desses agricultores. A produção de hortaliças, a piscicultura e a avicultura foram identificadas como atividades de baixo custo, fácil manejo e já adaptadas à região. Além disso, existe um amplo mercado caso essas famílias desejem expandir seu negócio”, observou Israel Alcântara.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, a Seagri tem trabalhado na identificação das potencialidades de cada município para a obtenção de resultados no menor espaço de tempo possível.  “Nossa intenção é fomentar a avicultura e a aquicultura, por exemplo, como atividades comerciais. No caso de Mar Vermelho, muitas famílias beneficiadas já fazem uma criação informal de aves e, a partir do aumento no número de animais e do acompanhamento técnico da Seagri, esperamos que elas passem a integrar efetivamente a cadeia produtiva da avicultura, fornecendo a matéria-prima para as avícolas instaladas em Alagoas”, explicou.

Na avaliação da prefeita de Mar Vermelho, a parceria com o Governo do Estado tem colaborado no sentido de dar as condições necessárias para o pequeno produtor rural do município. “Buscamos dar ao agricultor familiar condições de produzir com eficiência e isso estamos fazendo com um grande esforço e prazer. Não tenho dúvidas de que as políticas colocadas em prática pela nossa gestão, em parceria com o Governo do Estado, conseguirão dar relevo ainda maior ao papel da agricultura familiar na nossa economia local”, disse Juliana Almeida.

Programa de Avicultura Familiar

Dentro da Superintendência de Inclusão Produtiva, a Seagri desenvolve o Programa de Avicultura Familiar (PAF), que beneficia 900 famílias em 18 municípios alagoanos. No mês de outubro de 2015, o Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) aprovou a liberação de R$ 558 mil para o PAF, o que permitiu o início do processo de instalação do programa em mais 30 cidades.

Para que o município seja incluído no PAF a prefeitura deve assinar um termo de adesão junto à Seagri assumindo a responsabilidade por prestar assistência técnica, selecionar as famílias beneficiadas e adquirir a produção para programas como o PNAE e o PAA. A Seagri fica responsável pela distribuição das aves para início da produção e pela distribuição da ração inicial. A ideia é de que, com esse suporte, o produtor passe, em pouco tempo, a administrar seu negócio de forma independente.