Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 23 Novembro 2018 15:09
COMÉRCIO EXTERIOR

Produtos atendidos pelos Arranjos Produtivos Locais conquistam mercado internacional

Mais de 11 países presentes à Sial Paris 2018 desejam fechar negócio com produtores de Alagoas

Produtos alagoanos foram apresentados a distribuidores, importadores e empresários de diversas partes do mundo Produtos alagoanos foram apresentados a distribuidores, importadores e empresários de diversas partes do mundo Arquivo / SBB Trading
Texto de Soraya Leite

Com a assistência permanente do Programa de Arranjos Produtivos Locais (PAPL), o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedetur), em parceria com o Sebrae/AL, vem transformando a vida de pequenos produtores e fortalecendo a capacidade produtiva de pequenos negócios em todo o Estado.

 

Nas regiões atendidas pelo PAPL, a agricultura familiar de subsistência cede espaço para negócios promissores que, aos poucos, vêm ultrapassando as fronteiras do país, com grandes perspectivas de crescimento econômico nos mercados nacional e internacional.

 

No último mês de outubro, a qualidade do que é produzido aqui pôde ser constatada pelo excelente desempenho na Sial Paris 2018, que reuniu 135 delegações de 119 países no Parc de Expositions de Paris Nord Villepinte, Ile-De France, na capital francesa.

 

A feira contou com 7.200 estandes, distribuídos em oito pavilhões. A área de 250 mil m² ficou pequena para os mais de 200 países visitantes e os empresários do ramo, entre agentes, distribuidores, importadores e donos de estabelecimentos comerciais de diversas partes do mundo.

 

A parceria firmada entre a Sedetur, o Sebrae/AL e a empresa de exportação SBB Trading garantiu a participação de Alagoas na maior feira de produtos alimentícios do mundo, que ocorre a cada dois anos. Essa é a primeira vez que Alagoas participa de um evento desse porte, com produtos voltados à exportação.

 

Além da já conhecida cachaça alagoana Caraçuípe, de Campo Alegre, do pão de alho e do pão de queijo Zebu Minas, de Maceió, e da pimenta-rosa, do projeto Aroeira, de Piaçabuçu, Alagoas levou à Sial Paris 2018 amostras de três produtos atendidos pelos Arranjos Produtivos Locais: o mel do Apiário Zumbi dos Palmares, de União dos Palmares (APL Apicultura) e a farinha e  a goma de tapioca Tio Francisco, de Arapiraca (APL Mandioca do Agreste).

 

O proprietário da empresa de exportação SBB Trading, Murilo Schlemper, explica que os produtos alagoanos tiveram excelente aceitação entre comerciantes de países como Argentina, Portugal, França, Polônia, Espanha, Bulgária, Peru, México, Índia, Bélgica e África do Sul, com grandes possibilidades de negócios.

 

“Saímos impressionados e muito satisfeitos com nossa participação na Sial Paris 2018. Temos certeza de que o início da venda para os países interessados e a ampliação da pauta de exportação do Estado é apenas uma questão de tempo”, afirmou.

 

Murilo Schlemper explicou, ainda, que os produtos alagoanos estão à altura dos concorrentes e até com qualidade superior a muitos similares vendidos no exterior. “Para conquistarmos o mercado internacional, os próximos passos são a negociação de preços com os compradores e, posteriormente, a adequação dos produtos no que se refere às especificações da embalagem e obtenção da certificação necessária de acordo com a legislação do país importador”.

 

Além de promover o desenvolvimento econômico das regiões produtoras e garantir a geração de emprego e renda para dezenas de famílias, a conquista de novos mercados fortalece a capacidade produtiva do Estado e garante a expansão de novos negócios.

 

“Estamos certos de que essa parceria com o Governo do Estado e o Sebrae/AL vai permitir a descoberta de outros produtos que ainda estão escondidos e com grande potencial de exportação, projetando o nome de Alagoas no mercado internacional”, completou Murilo.

 

Para o superintendente de Desenvolvimento Regional e Setorial da Sedetur, José Nascimento Lima, a participação de Alagoas em eventos do porte da Sial Paris é fundamental para a divulgação dos produtos tipicamente alagoanos em outros mercados. A Sedetur, por meio da superintendência, exerce um papel fundamental na intermediação entre os produtores alagoanos e os potenciais compradores.

 

“Apesar de ser um estado pequeno, Alagoas possui uma riqueza muito grande de produtos. É muito importante que estejamos presentes em eventos como esse e que a gente consiga se adequar às exigências do mercado internacional. Temos que aproveitar a oportunidade para conquistar mais esse espaço”, disse José Lima.

 

Para 2019 está prevista a presença de Alagoas em feiras internacionais em Moscou, Dubai, Portugal, África do Sul, Nigéria, Alemanha e China. A expectativa é de que o artesanato alagoano seja incluído na pauta de exportações da SBB Trading, além da goiabada, própolis vermelha e polpa de frutas.