Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1037

Quarta, 14 Novembro 2018 09:47

VALORIZAÇÃO

Novos equipamentos reforçam segurança nos presídios alagoanos

Aparelhamento garante maior poder de atuação dos agentes penitenciários para a manutenção da ordem e disciplina no cárcere

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Governo do Estado investe e agentes penitenciários mantém ordem nos presídios Governo do Estado investe e agentes penitenciários mantém ordem nos presídios Jorge Santos
Texto de Maysa Cavalcante

Investir em armamentos e capacitação profissional para valorizar o trabalho dos agentes penitenciários e otimizar os serviços no cárcere. Esse é o intuito da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), que acaba de adquirir algemas e lançadores AM-640 com recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen). Os investimentos fortalecem o trabalho dos agentes penitenciários.

 

Ao todo, foram adquiridas 750 algemas, sendo 600 de pulso e 150 de tornozelo, além de dez lançadores AM-640 de munições não letais. Nas últimas semanas, o órgão ressocializador já havia equipado os agentes com munições calibre 40mm, munições calibre 12, espargidores de pimenta e granadas lacrimogênea, de enfeito moral e de pimenta.

 

De acordo com o armeiro do sistema prisional, sargento Arthur, os equipamentos contribuem para que os agentes penitenciários desenvolvam um trabalho eficiente. "As algemas foram divididas entre todas as unidades prisionais, além do Centro de Telepresença e o Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit), reforçando a missão da Seris", disse.

 

A agente penitenciária e integrante do Gerit, Danielah Lopes, explica como os equipamentos serão utilizados. "Com as algemas, iremos conter, extrair e realizar escoltas com segurança, preservando a integridade física dos internos. Já os lançadores serão utilizados para conter eventuais princípios de motim e rebelião de maneira adequada e eficaz", salienta Lopes.

 

"As novas aquisições somam com o excelente trabalho já desenvolvido pelos servidores. Prova disso é que nos últimos meses não houve grandes transtornos nas unidades prisionais", conclui. E para que os novos equipamentos sejam utilizados com eficácia, a Escola Penitenciária promove neste momento os cursos de Calibre 12, de Lançador AM 640 e de Fuzil 556.