Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 12 Novembro 2018 15:21
UMA NOVA HISTÓRIA

Programas do Estado reinserem custodiados no mercado de trabalho

Quase mil apenados estão empregados por meio de projetos e convênios da Reintegração Social

Reeducandos que passaram para o regime semiaberto ou aberto – no convívio social por meio do trabalho Reeducandos que passaram para o regime semiaberto ou aberto – no convívio social por meio do trabalho Ascom Seris
Texto de Maysa Cavalcante

Uma Nova História. Este é o nome do projeto que tem mudando a vida de egressos do sistema prisional e beneficiado alagoanos há mais de dois anos. Iniciativa da Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), o projeto reinsere quase 200 reeducandos – que passaram para o regime semiaberto ou aberto – no convívio social, realizando trabalhos periódicos de limpeza e conservação de espaços públicos.

 

Nas unidades da Seris, os custodiados trabalham na padaria, engenharia, almoxarifado e outros setores administrativos. Há também atividades de preservação e manutenção dos espaços públicos, como acontece no Instituto de Identificação. Lá, estão sendo feitos reparos na estrutura física para beneficiar o público atendido. Os apenados passam por capacitações constantes a fim de prestarem serviços de qualidade, segundo a gerente de Reintegração Social da Seris, a agente penitenciária Shirley Araújo.

 

“O trabalho de recuperação é o início de uma nova história para o prédio que está sendo restaurado, mas, principalmente, para o reeducando. O caráter inclusivo do projeto dá oportunidade àqueles que desejam mudar de vida a partir do trabalho”, afirma Shirley Araújo.

 

Como solicitar os serviços

 

A gerente da Seris explica que qualquer órgão público ou instituição sem fins lucrativos pode solicitar os serviços da equipe do projeto Uma Nova História. “O primeiro passo é encaminhar um ofício para o secretário de Ressocialização, informando o interesse em contar com os serviços dos egressos. A partir daí, faremos o planejamento e entraremos em contato com o requerente", disse.

 

Os documentos devem ser endereçados à Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), localizada na Rua 10 de novembro, nº 256, Farol, Maceió, Alagoas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (82) 3315-1744.

 

Convênios

 

O convênio é outra ferramenta utilizada pela Seris para inserção dos reeducandos no mercado de trabalho. Atualmente, 36 convênios estão em execução em Alagoas. Deste total, cinco são firmados com empresas privadas. Graças ao trabalho do setor de Reintegração Social, mais de 720 postos de trabalho foram criados para efetivar a ressocialização dos apenados.

 

Ao participar do convênio, o egresso recebe auxílio financeiro e tem direito à remição da pena, conforme estabelecido na Lei de Execução Penal (LEP).

 

A reeducanda Glaucineide dos Santos, de 42 anos, é uma das beneficiadas por esse trabalho. Há três meses, ela desempenha a função de serviços gerais. "Com essa oportunidade, não penso em cometer novos erros, pois sei que tenho de onde tirar meu sustento. É com meu salário que pago os gastos da minha casa, da minha filha e do meu neto”, conta. “Não vou desperdiçar essa oportunidade. Do mesmo jeito que o emprego mudou a minha vida, pode mudar a vida de outras pessoas”.