Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 07 Novembro 2018 10:05
INTERCÂMBIO

Estudante de União vai representar Alagoas como Jovem Embaixadora nos EUA

Beatriz Fidelis Paulino é aluna da Escola Estadual Carlos Gomes e vai participar de intercâmbio no exterior em janeiro

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Beatriz é uma aluna aplicada e participativa na Escola Carlos Gomes Beatriz é uma aluna aplicada e participativa na Escola Carlos Gomes Fotos: Valdir Rocha
Texto de Ana Paula Lins

A estudante Beatriz Fidelis Paulino, aluna da Escola Estadual Carlos Gomes, de União dos Palmares, será a representante alagoana do Programa Jovens Embaixadores, parceria entre a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e secretarias estaduais de Educação que possibilita que estudantes da rede pública participem de intercâmbio nos EUA.

 

Primeira palmarina a conseguir tal façanha, Beatriz tem um perfil que se encaixa em todos os pré-requisitos do programa: aluna dedicada e de comportamento exemplar, têm fluência em língua inglesa e participação ativada nas atividades escolares – o que inclui o grêmio estudantil e uma monitoria em redação onde ajuda colegas com mais dificuldades na disciplina.

 

“Recebi muito apoio de todos na escola, que sempre acreditaram em mim. Ser a escolhida em um grupo de candidatos tão bons me deixa muito honrada. Essa experiência vai ampliar meus horizontes e me tornar um ser humano melhor”, declara a jovem, emocionada.

 

Aluna da primeira turma de ensino integral da escola – sua turma conclui o ensino médio esse ano junto com o curso técnico de Recursos Humanos – Beatriz diz que a modalidade também contribuiu para a sua conquista. “Ficamos 11 horas por dia aqui, formamos uma segunda família na escola e isso nos permite participar de vários projetos e crescermos como pessoas e seres humanos”, fala a garota.

Beatriz é uma aluna aplicada e participativa na Escola Carlos Gomes (Fotos: Valdir Rocha)

Experiência única

 

A conquista de Beatriz enche de orgulho toda a comunidade escolar e a 7ª Gere – que abrange as unidades da rede estadual localizadas no Vale do Mundaú. O diretor Arthur Ferreira diz que sempre acreditou que a aluna viria a ser escolhida embaixadora.

 

“Ele se encaixa em todos os critérios exigidos pelo programa, é muito participativa e está conosco desde o 6º ano. Sua conquista é um divisor de águas, ainda mais pelo fato dela ser da primeira turma do ensino integral”, conta Arthur.

 

Responsável por despertar a paixão de Beatriz pela língua inglesa, o professor Tarcísio Morais também não esconde o orgulho. “Temos um curso de Inglês para alunos e ex-alunos aqui na escola e ela é uma aluna destaque, sempre teve facilidade em aprender o idioma”, relata Tarcísio.

 

A gerente da 7ª Gere, Roseane Vasconcelos, comemora a façanha de Beatriz e ressalta o quão enriquecedor é participar de um intercâmbio no exterior. “Em 2011, quando era diretora da Escola Estadual Jorge de Lima, tive a chance de participar de um intercâmbio do Prêmio Gestão nos Estados Unidos. Foi um momento único para mim e acredito que também será para a Beatriz. E será importante não só para ela, mas todos os nossos estudantes que, a partir de sua conquista, se sentirão motivados a participar de programas como este”, avalia Roseane.

 

Números

 

De acordo com Dileusa Costa, coordenadora do programa Jovem Embaixador de Alagoas, 500 estudantes alagoanos se inscreveram para participar do programa.  “Em todo o Brasil, foram 22 mil inscritos para 50 vagas. Em Alagoas, tivemos 500 inscritos, dos quais 119 foram pré-selecionados e, destes, restaram 19 para as provas de língua inglesa. A Beatriz ficou em primeiro lugar”, explica Dileusa.

 

Dileusa conta ainda que outros três candidatos - Deivid Nicolas de Assis (Instituto Federal de Alagoas – campus Viçosa), Gabriel Soares da Silva (Escola Estadual Izaura Antônia de Lisboa – Arapiraca) e Larry da Silva Oliveira (Instituto Federal de Alagoas – campus Palmeira dos Índios) -  foram selecionados para participar de um curso de imersão em língua inglesa na Embaixada dos EUA em Brasília.