Notícias
Quarta, 07 Novembro 2018 09:29
ORDEM E DISCIPLINA

Alagoas investe em segurança nos presídios com aquisição de novos equipamentos

Só este ano, diversas armas e equipamentos não letais foram adquiridos para otimizar o trabalho dos agentes penitenciários

Investimento em novos equipamentos e na qualificação de agentes penitenciários reforça a segurança nos presídios alagoanos Investimento em novos equipamentos e na qualificação de agentes penitenciários reforça a segurança nos presídios alagoanos Fotos: Jorge Santos
Texto de Mayara Wasty

Proporcionar mais segurança no trabalho dos agentes penitenciários é uma das diretrizes da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) que investe na qualificação profissional e aquisição de novos equipamentos. Com recursos federais repassados pelo Fundo Penitenciário (Funpen), a Seris amplia o seu acervo bélico e fortalece a segurança dentro e fora dos presídios.

 

Os recursos foram investidos em munições calibre .40mm e de impacto controlado, espargidor de pimenta, granadas de efeito moral, lançadores de munições não letais, algemas e coletes balísticos multiameaças. Os materiais adquiridos são utilizadas no trabalho diário dos agentes penitenciários e nos cursos operacionais ministrados pela Escola Penitenciária.

 

O titular da Seris, coronel Marcos Sérgio de Freitas, ressalta que os investimentos são contínuos. "Com a compra dos armamentos, a Secretaria da Ressocialização busca alcançar a meta de acautelar uma arma para cada agente penitenciário, reforçando dessa forma a segurança de todos aqueles que trabalham diuturnamente para assegurar a justiça em Alagoas", explica.

 

O supervisor do Centro de Monitoramento Eletrônico de Presos (CMEP), tenente Alucham Fonseca, também destaca a importância das aquisições para gestão das unidades. “Essa política de investimento em armamento e equipamentos propicia melhores condições de trabalho aos agentes penitenciários, visando manter a ordem e disciplina nas unidades”, avalia.

 

“Tem sido um ano muito positivo no que se refere a investimento em equipamentos. Vamos continuar com esse trabalho e reforçar ainda mais a segurança no Estado”, completa o tenente Fonseca. Somente neste ano, a Secretaria da Ressocialização já recebeu fuzis, pistolas, espingardas, munições, material de baixa letalidade e coletes balísticos.