Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 05 Novembro 2018 16:20
ATENÇÃO

Acaba em dezembro prazo para beneficiários do BPC se inscreverem no CadÚnico

Quem não cumprir a norma do governo federal poderá ter o beneficio suspenso

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
CadÚnico reúne informações das famílias com renda per capita de até meio salário mínimo CadÚnico reúne informações das famílias com renda per capita de até meio salário mínimo Divulgação
Texto de Renata Bello

Idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), mas ainda não fizeram a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, devem ficar atentos ao prazo final.  O registro é obrigatório e deve ser feito até o dia 31 de dezembro. Em todo o Brasil, cerca de 1,7 milhão de pessoas ainda precisam fazer o cadastro.

 

Em Alagoas, são 112.248 mil pessoas com deficiência e 33.968 idosos que devem registrar as informações na ferramenta do governo federal. A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seades) alerta que cerca de 30% deste total ainda não fizeram o procedimento.

 

O secretário Fernando Pereira explica que o CadÚnico é a porta de entrada para mais de 20 programas sociais. “Aqueles que cumprirem o prazo e que se encaixam nos pré-requisitos do governo federal poderão ter acesso a benefícios importantes, como o Minha Casa, Minha Vida, a Tarifa Social de Energia Elétrica e tantos outros programas essenciais”, afirma.

 

Para se inscrever, os dependentes do BPC devem procurar os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou a Secretaria de Assistência Social do município onde residem e ter em mãos o CPF (Cadastro de Pessoa Física), Registro Geral (RG) e comprovante de residência. A inscrição também pode ser feita pelo responsável familiar, contanto que leve os documentos de todas as pessoas que moram com o beneficiário.

 

O BPC garante um salário mínimo mensal a idosos acima de 65 anos que não têm tempo mínimo de contribuição previdenciária para se aposentar, e também aos cidadãos com renda familiar de até R$ 238 com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo que os impossibilite de participar de forma plena e efetiva na sociedade, em igualdade de condições com as demais pessoas.

 

CadÚnico

 

O Cadastro Único reúne informações das famílias com renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total familiar de até três salários mínimos. É utilizado por diversos programas sociais. Nele, são registradas as características da residência, a identificação de cada pessoa, a escolaridade, a situação de trabalho e renda, entre outras informações.