Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 05 Julho 2018 16:16
cepe

Conselho Energético debate incentivos para desenvolvimento de projetos e pesquisas do setor

Reunião aconteceu nesta quarta-feira (28) e abordou melhorias para o desenvolvimento de energias renováveis e não-renováveis no Estado

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Ações de fortalecimento do setor energético atraem novas indústrias e empreendimento para Alagoas. Ações de fortalecimento do setor energético atraem novas indústrias e empreendimento para Alagoas. Foto: Kaio Fragoso
Texto de Débora Vieira

O Conselho Estadual de Políticas Energéticas (Cepe) se reuniu, na manhã desta quinta-feira (05), no Palácio República dos Palmares, no centro de Maceió. Desta vez, a pauta principal do encontro foi o desenvolvimento e fomento de parcerias para a realização de projetos e pesquisas no âmbito das energias renováveis e não renováveis.

 

A 36ª Reunião do Cepe foi aberta pelo Superintendente de Energia e Mineração da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Ricardo Dória. Logo em seguida, o diretor presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), Fábio Guedes, levantou o debate com os conselheiros sobre as principais iniciativas, pesquisas e projetos relacionados à produção de energias renováveis.

 

“Estamos aqui para fazer um brainstorm, realizando um diagnóstico sobre a produção de energias renováveis aqui em Alagoas e também queremos discutir formas de mobilizar a massa crítica do estado para que ações nessa direção tanto na produção, pesquisa e distribuição possam avançar cada vez mais”, explicou Fábio.

 

Um dos projetos que segue nessa direção é o da Mini usina Solar Fotovoltaica, que está sendo desenvolvido no Campus A. C. Simões da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Um dos pesquisadores à frente é o professor e também conselheiro do Cepe, Márcio André Araújo.

 

De acordo com o gerente de Recursos Energéticos da Sedetur, Bruno Macedo, a reunião debateu junto à Fapeal os mecanismos para fomentar projetos na área de energias. “Os conselheiros explanaram sobre os caminhos que estão sendo construídos para alimentar ainda mais o setor energético dentro de Alagoas”, afirmou Bruno.

 

Além da Ufal e Fapeal, participaram do debate representantes de órgãos e entidades, como Distribuidora Alagoana de Gás Natural, a Algás; Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti); Assembleia Legislativa e a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

 

O Cepe é formado por 16 membros representantes do poder público, setor produtivo e da sociedade civil e as reuniões acontecem a cada três meses para discutir ações e melhorias para o setor.