Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 05 Julho 2018 13:01
Tecnologia

Número de sistemas e portais estaduais cresceu em Alagoas

Itec aumentou a produção e disponibilização de ferramentas virtuais

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Equipe de criação e desenvolvimento de sites e aplicativos Equipe de criação e desenvolvimento de sites e aplicativos Foto: Ascom Itec
Texto de Isaac Moraes

A tecnologia da informação e comunicação, nicho importante em qualquer ambiente na atualidade, vem crescendo e ganhando cada vez mais importância em Alagoas. Boa parte desse mérito é do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec) que vem investindo em soluções de modernização e inovação para todos os órgãos e secretarias do Estado.

Segundo a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep), da qual o Instituto é filiado, cada R$ 1 investido em TIC gera uma economia de R$ 9,79 em média aos governos estaduais no ano seguinte. Por essa razão, o Itec vem cumprindo sua pauta junto ao Governo de Alagoas, com suas fábricas de sítios e de sistemas desenvolvendo, implantando, treinando e acompanhando ferramentas inovadoras para o serviço público estadual.

 

A fábrica de sítios do Itec desenvolveu o novo padrão governamental para os portais estaduais, além dos atendimentos e acompanhamentos cotidianos junto aos órgãos e autarquias, não apenas para os portais, mas também com as Intranets. “O novo padrão governamental foi iniciado em 2015 quando, orquestrados pela Secretaria de Comunicação (Secom) numa demanda solicitada pela mesma, alteramos o layout da Agência Alagoas. Percebemos, pela nossa experiência, três padrões: site de notícias, de serviços e informativos, sendo que alguns portais permeiam os três tipos. Em 2016, implementamos no novo padrão 5 sites, entre portais e intranets. No ano seguinte,avançamos com 13 produtos e agora em 2018, até maio, publicamos quatro sites novos, a meta é dobrarmos o número de 2017” explicou Meuzent Galvão, web design da Fábrica de Sítios do Itec.

 

Em sistemas, o Portal da Transparência Graciliano Ramos e o e-SIC Alagoas, desenvolvidos em parceria com a Controladoria-Geral do Estado (CGE), além de contribuírem para que Alagoas conquistasse o primeiro lugar em rankings nacionais da transparência, ainda servem de parâmetro para outros Estados. Para em breve completar a tríade e também servir de referência, está sendo implementado o sistema e-OUV, específico para ouvidorias.

 

“Nossa equipe vem trabalhando, acredito que desde 2010, desenvolvendo sistemas para outros órgãos e secretarias, um trabalho que foi bem aceito e que teve muitos casos de sucesso, existindo aplicações de mais de oito anos que ainda são utilizadas. A CGE foi uma das nossas maiores clientes, primeiro com o Portal da Transparência, que recebeu primeiro lugar nos rankings nacionais, depois com o e-SIC Alagoas, que hoje serve de exemplo de sucesso para outros estados e sobre o qual estamos estudando uma versão compacta para os municípios”, explicou Ricardo Carmo, analista de sistemas da Gerência de Desenvolvimento do Itec.

 

Em comparativo ao e-SIC, o novo sistema de ouvidorias possibilitará ainda mais interação dos cidadãos com os órgãos estaduais. “O e-OUV já está em fase de homologação e devemos lançar em breve, será bastante utilizado, tanto quanto o e-SIC ou talvez até mais. A intenção também é desenvolver um aplicativo mobile que funcione integrado ao sistema, então o cidadão pode tirar uma foto no seu celular e enviar aquela foto como uma prova da denúncia, por exemplo. É nesse sentido que caminhamos, para que mais serviços possam ser oferecidos ao cidadão, essa é a missão principal aqui da nossa equipe de desenvolvimento” finalizou o analista.

 

Sistemas como Monitoramento de Mídias, Alagoas Mobiliza, Cadastro de Empresas Inidôneas, Mala Direta e outros também estão em pleno funcionamento. O e-OUV não é a única novidade, em breve também já estarão em uso o Sistema de Laudos do Instituto Médico Legal (IML) e mais três aplicações da Secretaria da Educação (Seduc) os sistemas Regularize, Observatório da Educação e Folha de Monitores.