Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 04 Julho 2018 18:14
Prevenção

Sesau vacinará trade turístico para evitar reintrodução do sarampo em Alagoas

Além de Maceió, mais 20 municípios terão os trabalhadores do turismo imunizados

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Ricardo Fiori, do trade turístico, foi um dos vacinados durante a ação Ricardo Fiori, do trade turístico, foi um dos vacinados durante a ação (Fotos: Carla Cleto)
Texto de Josenildo Törres

Erradicado do Brasil desde 2015, o sarampo voltou a ser uma ameaça desde o final do primeiro semestre deste ano, quando foram notificados casos em venezuelanos que migraram para Roraima, no Norte do Brasil. Para evitar a reintrodução da doença em Alagoas, que não registra casos desde 1999, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) irá vacinar os trabalhadores do trade turístico, uma vez que o vírus pode entrar no território alagoano por meio de turistas que visitem Alagoas.

 

Vacinação contra o sarampo / Carla Cleto

 

Para tratar da campanha de vacinação, técnicos da Vigilância Epidemiológica da Sesau se reuniram na tarde desta quarta-feira (4), com representantes do trade turístico alagoano. O encontro ocorreu na sede da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), no bairro Jaraguá, em Maceió, com a presença de profissionais do setor hoteleiro, de receptivos, guias turísticos e de agências de viagens, por terem contato frequente com turistas que chegam a Alagoas.

 

Durante a reunião, foi apresentada a situação epidemiológica da doença no Brasil e solicitado que todo o trade informe o quantitativo de pessoas que deverão ser vacinadas. Com base nos dados informados à Sesau, em parceria com a Secretaria de Saúde de Maceió, será montado um cronograma de vacinação nos hotéis, pousadas, empresas de receptivos, de guias turísticos e agências de viagens.

 

Paralelamente, a vacinação também irá ocorrer com os trabalhadores do trade de mais 20 cidades turísticas. A ação irá ocorrer em Maragogi, Japaratinga, Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres, Passo de Camaragibe, Barra de Santo Antônio, Paripueira, União dos Palmares, Santa Luzia do Norte, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, Roteiro, Jequiá da Praia, Coruripe, Feliz Deserto, Piaçabuçu, Penedo, Pão de Açúcar, Piranhas e Delmiro Gouveia.

 

Vacinação contra o sarampo / Carla Cleto

 

“Resolvemos adotar esta medida preventiva, uma vez que o sarampo está erradicado de Alagoas há 19 anos. Como já há casos em Roraima, Rio Grande do Sul e Amazonas, temos que nos prevenir, realizando um bloqueio vacinal com as pessoas que apresentam maior possibilidade de manter contato com os turistas, que são os trabalhadores do trade”, justificou a superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Mardjane Lemos, ao ressaltar que a doença pode ser transmitida por gotículas produzidas ao tossir ou espirrar.

 

Calendário vacina

 

 Ela reforçou, no entanto, que o calendário vacinal do Programa Nacional de Imunização (PNI) prevê a vacina contra o sarampo para crianças. Na última campanha realizada no Estado, a meta de vacinação foi ultrapassada, uma vez que o Ministério da Saúde estipula uma cobertura de 95% e Alagoas vacinou 95,55% do público-alvo.

 

De acordo com o PNI, a vacina contra o sarampo deve ser aplicada em duas doses, sendo a primeira aos 12 meses de vida e a segunda aos 15 meses. No caso dos trabalhadores do trade turístico, eles deverão tomar a vacina caso não tenham sido vacinados ou, nas suas cadernetas de vacinação, não contenha o registro da dose aplicada.

 

“Se houver a comprovação das duas doses aplicadas na caderneta de vacinação, não precisará se vacinar contra o sarampo. Mas, se tiver até 29 anos e só tomou uma dose, tomará a segunda. Caso tenha 30 anos ou mais e comprove que se vacinou, não necessitará se vacinar novamente”, explicou a superintendente de Vigilância em Saúde, ao ressaltar a importância da parceria com a Sedetur, o trade e as Secretarias Municipais de Saúde dos municípios turísticos.

 

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, o turismo é uma porta de entrada para pessoas de várias regiões do país. Por isso, diante do registro de sarampo em estados como Roraima, Amazonas e Rio Grande do Sul, torna-se importante a realização de um trabalho de prevenção com os profissionais do trade. “Vale ressaltar que Alagoas não tem registos da doença há muito tempo, mas estamos tentando proteger o Estado do seu reaparecimento, por meio dessa capacitação em parceria com a equipe da Sesau, assim como também a imunização”, afirmou.

 

Iniciativa Importante

 

A representante da Luck Receptivo Edilene Barros, esteve presente à reunião e ressaltou a iniciativa da Sesau, em parceria com a Sedetur. “É muito relevante esta iniciativa de vacinar os trabalhadores do trade, uma vez que estamos na linha de frente do turismo em Alagoas. Como não há o registro de casos aqui desde 1999, podem surgir casos importados, então temos é importante estarmos protegidos”, salientou.