Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 04 Julho 2018 15:30
neste final de semana

Mais de 500 atletas disputam as provas de atletismo dos Jogos Estudantis de Alagoas

Disputas iniciam na sexta-feira, pela manhã, e terminam no domingo à tarde, no Trapichão.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Provas de atletismo no Trapichão contarão com mais de 500 atletas Provas de atletismo no Trapichão contarão com mais de 500 atletas Foto: Valdir Rocha
Texto de Manuella Nobre

Após o sucesso da abertura da etapa estadual dos Jogos Estudantis de Alagoas (Jeal) 2018, em Arapiraca, com o Futsal, a próxima modalidade em disputa  será o atletismo, no Estádio Rei Pelé, no Trapiche, a partir desta sexta-feira (06) pela manhã e à tarde os atletas contarão com estrutura no ginásio do CRD (CEPA) para assistir ao jogo da seleção brasileira. Até o domingo (08), mais de 500 atletas estarão competindo nas três categorias: sendo 157 no infantil, 349 no juvenil, e 13 no paralímpico.

 

No infantil, com atletas de 12 a 14 anos, terão as provas de 75, 250 e 1000 metros rasos, 80 metros com barreiras, lançamentos de disco e dardos, arremesso de peso, saltos em distância e em altura.  No juvenil, de 15 a 17 anos, as provas serão as de 100, 200, 400, 800 e 3 mil metros, arremesso de peso, lançamento de disco e dardo, saltos em altura, em distância, triplo e revezamento 4x100 metros.

 

Interiorização - Para o coordenador geral do Jeal 2018, Henrique Vilela, a experiência inédita de descentralizar a realização dos jogos e levar a abertura para o município de Arapiraca, no Agreste do estado, trouxe resultados positivos.

 

“Vejo como positiva a experiência, com boa estrutura, valorizando outras regiões e mobilizando a comunidade esportiva neste sentido. Tivemos muitas aprendizagens pela logística diferenciada e ainda ocorreu o intercâmbio para os atletas, que tiveram aulas de dança e cinema em seus momentos de lazer”, avalia Henrique.

 

Finais do futsal - O futsal segue com as finais para esta quinta-feira (05). No infantil feminino, a alunas da Escola Indígena Cacique Celestino, em Palmeira dos Índios (3ª Gerência Regional de educação - Gere), enfrentam a Escola Nossa Senhora de Fátima, da 8ª Gere. O juvenil feminino será disputado entre duas escolas da rede estadual: José Aprígio Vilela (EJAV) de Teotônio Vilela, pela 2ª Gere, e a sertaneja Monsenhor Sebastião, de Água Branca, da 11ª Gere. No masculino, teremos a escola Claudizete Lima, da 12ª Gere, de Rio Largo, fazendo a final nas categorias, no infantil contra Colégio São Matheus, da 13ª Gere, e o juvenil com o São Lucas Alagoano, pela 1ª Gere, ambas de Maceió.