Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 27 Junho 2018 11:31
MAIS SEGURANÇA

Ressocialização garante melhores condições de trabalho aos servidores

Novos armamentos e fardamentos foram entregues para servidores

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Agentes penitenciários têm maior poder de atuação com investimentos da Seris Agentes penitenciários têm maior poder de atuação com investimentos da Seris Foto: Jorge Santos
Texto de Maysa Cavalcante

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) deu mais um passo importante para valorizar os agentes penitenciários. Nesta semana, os agentes do Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit) passaram a utilizar os novos armamentos acautelados e os novos fardamentos padronizados que foram produzidos pelas internas do Presídio Santa Luzia.

  Fardamento foi criado nas oficinas da Fábrica de Esperança, no Complexo Prisional, sob a supervisão de servidores da Ressocialização (Foto: Jorge Santos)

O fardamento foi criado nas oficinas da Fábrica de Esperança, no Complexo Prisional, sob a supervisão de servidores da Ressocialização. Inicialmente foram entregues 150 calças para os integrantes do Gerit e agentes operacionais das unidades. Novos fardamentos serão entregues posteriormente. Já as armas propiciam mais segurança na gestão prisional.

 

"A Seris tem investido na valorização dos agentes penitenciários. Através do acautelamento das armas ofertamos proteção ao agente de forma ininterrupta, dentro e fora do local de trabalho. A padronização dos uniformes fortalece a autoestima dos servidores e propicia credibilidade para imagem da instituição”, afirma o chefe especial de Gestão Penitenciária, TC Gustavo Maia.

  Fardamento foi criado nas oficinas da Fábrica de Esperança, no Complexo Prisional, sob a supervisão de servidores da Ressocialização (Foto: Jorge Santos)

"Com essas medidas, a Seris valoriza os servidores que trabalham diuturnamente para garantir  a segurança nos presídios. O objetivo da pasta é propiciar armas acauteladas para todos os agentes", conclui o TC Maia. Para o chefe especial de Unidades Penitenciárias, agente Milton Pereira, os investimentos e a atuação dos agentes tornam Alagoas referência no País.

 

"O sistema prisional alagoano está na dianteira do cenário nacional com sua ordem e disciplina. Esses fatores se devem a capacitação contínua e valorização dos servidores, além da garantia de ambientes dignos e condizentes com as políticas de resgate social da Seris. Tais medidas contribuem para a reintegração social dos internos", fala o agente Pereira.