Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 19 Junho 2018 15:30
RECONHECIMENTO

Gastronomia alagoana brilha no prêmio Prazeres da Mesa 2018

Chefe de cozinha e restaurantes do Estado se destacam em premiação nacional relevante para o segmento

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Destaque nacional da gastronomia alagoana também projeta estado para o turismo. Destaque nacional da gastronomia alagoana também projeta estado para o turismo. Foto: Divulgação
Texto de Thiago Tarelli

Todos os alagoanos indicados ao prêmio Melhores do Ano de 2018 da Revista Prazeres da Mesa saíram como vencedores na premiação que aconteceu na noite desta segunda-feira (18) no Memorial da América Latina, em São Paulo. Com indicações nas categorias melhor restaurante do Nordeste, melhor banqueteiro do ano e melhor restaurante de comida brasileira, Alagoas saiu como grande vencedor da premiação.

 

Os alagoanos vencedores foram o restaurante Divina Gula, como melhor restaurante do nordeste, o restaurante Akuaba, como melhor restaurante de cozinha brasileira e o chefe de cozinha Wanderson Medeiros, como melhor banqueteiro do ano. A indicação ao prêmio é feita por especialistas em gastronomia de todo o país, já a votação é popular e online.

 

Para o chefe de cozinha Jonatas Moreira, do restaurante Akuaba, o prêmio reconheceu o nível de excelência da gastronomia alagoana. “Nós ficamos muito felizes com esse reconhecimento. Esse trabalho começou com meus pais e hoje é tocado por mim e minha irmã. Foi a primeira vez que fomos indicados nessa categoria e saímos vencedores. A responsabilidade aumenta com mais este reconhecimento e é muito bom para Alagoas, até porque desperta a curiosidade das pessoas em conhecer a nossa gastronomia”, ressalta.

 

A jornalista alagoana especialista em gastronomia, Nide Lins, explica que a gastronomia do Estado se destaca a nível nacional. “Acho que o prêmio é mais que merecido. Ele está atrasado, inclusive. Há dez anos, a nossa gastronomia tinha pouco espaço. Do nordeste, a gente ouvia falar só de Salvador e Recife. Atualmente nós somos reconhecidos no país, a gente tem uma identidade cultural muito forte, com ingredientes da terra como coco, camarão e sururu”, aponta Nide Lins.

 

Um dos diferenciais apontados por Nide Lins para a vitória dos alagoanos é que, em sua produção, os chefes do Estado inovam ao usar ingredientes típicos da terra na gastronomia contemporânea. “Jonatas é um chefe contemporâneo, utiliza técnicas da gastronomia criativa usando os ingredientes alagoanos. O Picui é uma cozinha regional, utilizando a tapioca, as ostras, a carne de sol e os queijos manteiga e coalho. Isso não era comida de Buffet no passado e atualmente o trabalho dele é um dos mais desejados do país. Já o Divina Gula, que existe há trinta anos, tem o chefe André que é pioneiro e é considerado melhor restaurante de Alagoas. Todos eles fazem uma cozinha de excelência, mais focado em alimentos naturais e com menos química”, explica.

 

Alagoas também foi destaque fora do Prêmio “Melhores do Ano". Isso porque a revista Prazeres da Mesa, organizadora do evento, também entregou o certificado “Prêmio Melhores do Vinho 2015” a dois restaurantes alagoanos, o Maria Antonieta, que ganhou pela sexta vez consecutiva, e o Divina Gula, na categoria Grande Prêmio de Excelência.

 

Gastronomia: mais um produto turístico

Em um Estado pleno de belezas naturais como Alagoas, a gastronomia também é reconhecidamente um atrativo turístico. Por isso, o governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), fomenta festivais gastronômicos ao longo do ano, visando também diversificar os atrativos turísticos e vencer a sazonalidade do setor.

 

“Este reconhecimento incrível com todos os alagoanos vencendo os prêmios da revista Prazeres da Mesa é mais uma prova do quanto nossa gastronomia é de excelência e será certamente mais um incentivo às pessoas a nos visitarem. Em um Estado pequeno como o nosso, temos um leque vasto com chefes reconhecidos dentro e fora do país, nas mais diversas especialidades, isso é um diferencial e tanto para o Destino Alagoas”, ressalta o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.