Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sábado, 09 Junho 2018 14:21
COMPROMISSO AMBIENTAL

Semarh homenageia municípios pelo encerramento dos lixões em Alagoas

Estado não conta mais com lixões a céu aberto nas cidades alagoanas

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Municípios foram homenageados pelo Governo de Alagoas e Semarh devido ao encerramento dos lixões Municípios foram homenageados pelo Governo de Alagoas e Semarh devido ao encerramento dos lixões (Fotos: Ascom/Semarh)
Texto de Nigel Santana

O encerramento de 100% dos lixões em Alagoas rendeu homenagens aos prefeitos alagoanos por terem colocado o Estado em atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

 

Para chegar a este posto, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) adotou um planejamento que culminou na aprovação da Lei 7749 de 13/10/2015, que dispõe sobre a Política Estadual de Resíduos Sólidos e Inclusão Produtiva.

 

Homenagem a prefeitos / (Fotos: Ascom/Semarh)

 

O resultado de todo esse esforço foi finalizado em 25 de maio deste ano, quando, no município de Penedo, o último lixão em atividade no Estado foi encerrado. Com isso, Alagoas foi o primeiro estado do Nordeste e o terceiro do país a estar em conformidade com a lei.

 

Agentes importantes no fim dos lixões, os gestores municipais receberam homenagens do governador Renan Filho; do titular da Semarh, secretário Alexandre Ayres; e do deputado federal Marx Beltrão. O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, e representantes dos consórcios públicos intermunicipais representaram as gestões municipais.

 

Homenagem a prefeitos / (Fotos: Ascom/Semarh)

 

“Alagoas celebra este marco histórico porque, até o final de 2014, apenas Maceió havia encerrado seu lixão. Foi preciso coragem para enfrentar esse grande desafio, atuando em conjunto com os municípios, além de aprovar uma a lei da política de resíduos. A partir deste planejamento, Alagoas fechou todos os lixões em menos de quatro anos” relatou o secretário.

 

O governador Renan Filho disse, em seu discurso, que Alagoas vira a página de retrocessos, pois os lixões encerrados representam avanços na política ambiental e de saúde.

 

Homenageados

 

As homenagens prestadas pelo Governo de Alagoas foram entregues aos municípios de Barra de Santo Antônio, Coqueiro Seco, Paripueira e Rio Largo, representantes da Região Metropolitana; Campestre, Colônia Leopoldina, Flexeiras, Jacuípe, Japaratinga, Joaquim Gomes, Jundiá, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, Novo Lino, Porto Calvo, Porto de Pedras, São Luís do Quitunde e São Miguel dos Milagres, no Litoral Norte; e Belo Monte, Cacimbinas, Canapi, Dois Riachos, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Izidoro, Ouro Branco, Palestina, Poço das Trincheiras, Água Branca, Delmiro Gouveia, Inhapi, Mata Grande, Olho d´Água do Casado, Pariconha e Piranhas, situados no Sertão alagoano.

 

Também receberam as homenagens as cidades de Branquinha, Cajueiro, Capela,; Chã Preta, Ibateguara, Murici, Paulo Jacinto, Pindoba, Santana do Mundaú, São José da Laje, União dos Palmares e Viçosa, da região da Zona da Mata;  e, ainda, Belém, Campo Grande, Estrela de Alagoas,, Feira Grande, Girau do Ponciano, Maribondo, Minador do Negrão, Olho d´Água Grande, Palmeira dos Índios, Tanque d´Arca e Traipu, no Agreste alagoano; e Anadia, Boca da Mata, Campo Alegre, Coruripe, Feliz Deserto, Igreja Nova, Jequiá da Praia, Junqueiro, Penedo, Piaçabuçu, Porto Real do Colégio, Roteiro, São Brás, São Miguel dos Campos e Teotônio Vilela, na Região Sul.

 

Os 26 municípios restantes já receberam as homenagens na primeira etapa dos fechamentos dos lixões, em 2016, na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).