Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 04 Junho 2018 13:38
DIA DA ONU EM AL

Alagoas recebe referência internacional em mobilidade urbana nesta terça (5)

Arquiteto colombiano Alejandro Echeverri participará de encontro promovido pelo Governo de Estado e o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) em Maceió

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Arquiteto Alejandro Echeverri , um dos grandes nomes da arquitetura internacional e grande referência em transformação social e urbana Arquiteto Alejandro Echeverri , um dos grandes nomes da arquitetura internacional e grande referência em transformação social e urbana Foto: Márcio Ferreira
Texto de Manuela Mattos

O Governo de Alagoas receberá, nesta terça-feira (5), um dos grandes nomes da arquitetura internacional e grande referência em transformação social e urbana, o colombiano Alejandro Echeverri. O arquiteto e urbanista conduzirá a palestra de honra “Experiência de Renovação Urbana e Social de Medellín”,  no encontro promovido entre Governo do Estado e Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat). O evento acontece às 10h, no Centro de Convenções Ruth Cardoso.

 

Echeverri foi o grande idealizador do planejamento urbano de Medelín, na Colômbia. A cidade figurou durante vários anos entre cidades mais perigosas do planeta no ranking que estabelece o nível de segurança nas cidades do mundo inteiro.

 

O urbanista desempenhou um papel crucial na renovação e na construção de uma nova cidade. De 2005 a 2008, enquanto diretor de Projetos Urbanos do Município de Medelín, liderou a conceituação e implementação do Urbanismo Social, com a implantação de programas de obras públicas e o início da elaboração de uma série de projetos atrativos, como bibliotecas, escolas, parques e centros comunitários nas áreas mais pobres de Medelín.

 

O programa incluiu projetos de grande importância, como o Parque Explora, localizado na parte norte da cidade. Projeto que se tornou referência para o compromisso do público de conectar alguns dos bairros mais pobres e isolados de Medelín com o resto da cidade. Devido a esses esforços e sua crença no poder da transformação, Medelín é hoje considerada um modelo para o futuro de outras cidades do mundo em desenvolvimento.

 

Parceria 

A convite da ONU-Habitat, em outubro de 2017, uma equipe técnica do Governo de Alagoas, que incluiu integrantes da Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), responsável pelas obras de mobilidade urbana nas grotas de Maceió, por meio do programa Vida Nova nas Grotas, visitou a cidade de Medelín a fim de realizar um intercâmbio de experiências exitosas com os programas transformadores da realidade social e urbana de ambas as cidades.

 

A estadia na cidade colombiana incluiu uma visita à Casa Urbam (Centro de Estudos Urbanos e Ambientais), com a presença do arquiteto e urbanista Alejandro Echeverri. Na oportunidade, a equipe do governo estadual apresentou para a equipe colombiana o programa Vida Nova nas Grotas, iniciado em 2016, e que tem beneficiado até o momento mais de 135 mil pessoas da capital alagoana com obras em 35 grotas.

 

Para a arquiteta e urbanista Andreia Estevam, superintendente especial de Transporte e Desenvolvimento Urbano, integrante da equipe da Setrand que esteve na visita à Colômbia, a presença de Alejandro Echeverri em Maceió é de grande valia, uma vez que sua experiência pode contribuir significativamente com a ações já estabelecidas para o programa Vida Nova nas Grotas.

 

“A presença de uma referência internacional em mobilidade urbana em Maceió aumentam, absolutamente, as possibilidades de ações a serem desenvolvidas nas grotas da nossa capital e a manutenção dessas intervenções, além de contribuir com diretrizes para o processo de participação popular, de como envolver a comunidade principalmente no pós obra. O arquiteto urbanista Alejandro Echeverri provocou mudanças radicais na cidade de Medellín com implementação do conceito de Urbanização Social. Ele coordenou o plano diretor priorizando o desenvolvimento e inclusão sócio-territorial das áreas de população mais vulnerável, promovendo maior integração com a cidade formal”, destacou.

 

“Ele também promoveu requalificações de áreas centrais, inovações de espaços públicos em mobilidade urbana com melhoramento de passeios e calçadas, investimentos em transportes de massa com integração modal, planos inclinados, dentre outros, se tornando, definitivamente, uma importante referência em humanização de cidades como fator de contribuição para a diminuição da violência urbana”, concluiu Estevam.