Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 987

Segunda, 11 Janeiro 2016 12:35

Gasoduto Penedo-Arapiraca leva desenvolvimento ao Agreste

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Orçado em R$ 41 milhões, o gasoduto será construído com recursos próprios da distribuidora de gás natural de Alagoas – 20% do montante. Orçado em R$ 41 milhões, o gasoduto será construído com recursos próprios da distribuidora de gás natural de Alagoas – 20% do montante. Foto: Márcio Ferreira

Na manhã desta segunda-feira (11), o governador Renan Filho esteve em Arapiraca para assinar a ordem de serviço das obras do Gasoduto Penedo-Arapiraca, um empreendimento que deve alavancar o desenvolvimento do Agreste Alagoano.

 

A solenidade marcou o início da construção dos trechos 1 e 2 do duto, que compreendem a rota entre os municípios de Penedo, Igreja Nova e São Sebastião. Segundo Renan Filho, foi a efetivação de compromisso. “Estamos aqui para cumprir uma promessa de campanha, que era trazer o gás natural para ajudar no desenvolvimento do Agreste, no desenvolvimento de Arapiraca e de todo o entorno”, assegurou o governador.

 

A obra representa crescimento no interesse de indústrias pelo interior do Estado, além de aumento no rendimento das que já estão instaladas, pois, quando concluída, levará gás natural desde a sede da Algás em Penedo até as futuras instalações da Companhia em Arapiraca.

 

Orçado em R$ 41 milhões, o gasoduto será construído com recursos próprios da distribuidora de gás natural de Alagoas – 20% do montante. “No momento em que a crise econômica assola o Brasil, a gente fazer isso com recursos próprios é andar na contramão da crise, de cabeça erguida, fazendo o que é necessário ser feito para preparar o Estado para receber novos investimentos”, afirmou Renan Filho.

 

A previsão para a entrega dos dois primeiros trechos do duto é no primeiro semestre de 2017. Mas a obra está dividida em quatro etapas. A conclusão dos outros dois trechos deve ser feita até o final de 2018.

Texto: Lívia Holanda

Foto: Márcio Ferreira