Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 17 Abril 2018 17:18
EDUCAÇÃO PROFISSIONALIZANTE

Novas perspectivas de vida surgem com oportunidades no presídio

A partir de segunda-feira (23), internos do Núcleo Ressocializador da Capital serão capacitados com Curso de Vendas

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Capacitação facilita o ingresso dos internos no mercado de trabalho Capacitação facilita o ingresso dos internos no mercado de trabalho (Fotos: Jorge Santos)
Texto de Mayara Wasty

Oportunizar condições para a mudança de vida. Essa tem sido a missão da Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris). Com a oferta de trabalho e educação, a pasta tem gerado novas perspectivas aos reeducandos que cumprem pena no sistema prisional. Na segunda-feira (23), dezenas de internos darão início ao Curso de Vendas com especialidade em Elétrica.

 

A iniciativa é fruto da parceria com o projeto Saber Ser, regularizado pelo Ministério da Educação (MEC), cujo público alvo são as comunidades vulneráveis. Com duração de três meses, os alunos aprenderão técnicas de venda com professores experientes, no Núcleo Ressocializador da Capital (NRC).

 

Para o vice-presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) de Alagoas, Ariel Fernandes, a sociedade precisa conhecer os grandes projetos da Seris.

 

“Essas pessoas [reeducandos] voltarão para a sociedade, e o nosso desejo é que elas retornem melhor. É justamente por acreditar na mudança do ser humano, por meio das oportunidades, que levamos essa capacitação e somamos com as boas práticas da Seris, para o NRC”.

 

“Essa é mais uma oportunidade que os internos têm para serem reinseridos no mercado de trabalho após cumprirem suas penas. Quero salientar que muitas pessoas têm colaborado, e esse elo entre a sociedade organizada e a ressocialização é importantíssimo. Com dele, mudamos a realidade das pessoas que estão no cárcere e reduzimos a reincidência criminal”, completa. Fernandes.

 

A agente penitenciária Polianna Bugarin, subchefe do Núcleo Ressocializador, fala sobre os benefícios da capacitação no âmbito de trabalho. “São cursos de curto período e muito focado nas áreas especificas de uma carreira que direcionada o aluno para o ramo que pretendem seguir profissionalmente, facilitando ainda a inserção no mercado de trabalho”.

 

Polianna Bugarin também fala sobre a transformação de vida. “Promover qualificação profissional no ambiente de privação de liberdade é o primeiro passo para reinserção social. A partir daí temos resultados efetivos e menor possibilidade de reincidência criminal”, explica a agente. Vale ressaltar que em 2017, os egressos do NRC não cometeram novos crimes.