Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 13 Abril 2018 16:48
NEGOCIAÇÃO

Governo de Alagoas propõe aumento de 6% aos militares

Proposta de reajuste apresentada é limite do Estado para que não sejam descumpridos acordo firmado com a União

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Governo se reuniu com associações militares nesta sexta (13) para negociar proposta de reajuste salarial Governo se reuniu com associações militares nesta sexta (13) para negociar proposta de reajuste salarial Severino Carvalho
Texto de Igor Gouveia e Severino Carvalho

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), apresenta, na tarde desta sexta-feira (13), durante reunião com as associações militares de Alagoas, a proposta de reajuste salarial para a categoria da ordem de 6%, que, caso aceita, ocorrerá de forma escalonada, somada aos aumentos gerais que porventura sejam concedidos a todo funcionalismo público.

 

De acordo com a Seplag, a proposta de reajuste que está sendo apresentada funciona da seguinte forma: 3% em 2019; 1,5% em 2020 e 1,5% em 2021. O secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques, explica que qualquer reajuste acima disso colocaria as finanças do Estado em risco, forçando-o a descumprir o acordo firmado com a União para o prolongamento do pagamento do serviço da dívida pública de Alagoas.

 

Conforme esse acordo, o Estado se comprometeu a estabelecer um teto de gastos em que a despesa corrente não poderá variar mais que a inflação do ano anterior. Caso haja o descumprimento, a União está autorizada a executar judicialmente o Estado, bem como bloquear todas as contas da gestão alagoana.

 

No Governo Renan Filho, a folha salarial dos militares alagoanos – ativos, inativos e pensionistas – teve um aumento de 50,6%, saltando de R$ 850 milhões para R$ 1,3 bilhão no período. Para se ter uma ideia dessa valorização, a folha total das demais categorias teve um acréscimo de 21%.

 

A reunião desta sexta-feira está sendo realizada na Unidade Gestão da Seplag e prossegue com a presença de representantes da cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), da Fazenda (Sefaz) e Seplag.