Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 12 Abril 2018 14:15
VALORIZAÇÃO E TRANSPARÊNCIA

Ressocialização fortalece ações no sistema prisional com diálogo

Recentemente, agentes foram realocadas de acordo com o perfil técnico e necessidades das unidades prisionais

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Ética, proximidade e transparência pautam condutas na Seris Ética, proximidade e transparência pautam condutas na Seris Jorge Santos
Texto de Victor Costa

A Secretaria Estadual da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) promoveu uma reunião com diversas autoridades na sede da pasta, nesta quinta-feira (12). O encontro serviu para consolidar a valorização dos agentes penitenciários e manter a transparência na gestão prisional.

 

Na reunião, gestores da Seris explicaram os novos procedimentos administrativos e operacionais executados nos presídios aos representantes do Sindicato dos Agentes Penitenciários, da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos. Nos últimos dias, houve uma realocação dos agentes penitenciários para fortalecer a segurança e promover a ressocialização no cárcere.

 

Iniciativas da Seris fomentam a ordem e a disciplina no cárcere (Jorge Santos)

 

"Não é o gênero que determina a eficiência no trabalho. Mas, sim, a capacidade técnica e operacional para o ofício. Temos homens e mulheres coordenando importantes ações nos presídios e reconhecemos a capacidade de todos para atuar em situações diversas, dentro dos limites da lei. Foi elaborado um planejamento e houve a realocação dos agentes de acordo com o perfil de cada um e necessidade da unidade”, explicou o titular da Seris, coronel Marcos Sérgio de Freitas.

 

O secretário lembrou ainda dos pilares fundamentais que marcam a gestão do Governo do Estado: ética, proximidade e transparência. “O diálogo é fundamental para integrar os servidores e conquistar avanços nesta gestão prisional. Neste sentido, a atuação dos agentes com a participação da sociedade civil têm sido imprescindível. Assim mantemos Alagoas uma referência no país com boas práticas no cárcere”, finalizou.