Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 09 Abril 2018 17:43
REFORMA AGRÁRIA

Iteral dialoga com lideranças de movimentos sociais do campo

Movimentos Terra Livre, MTL, MUPT e FNL cobram agilidade na desapropriação de terras para reforma agrária

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Movimentos sociais buscam apoio do Iteral para o assentamento de famílias camponesas Movimentos sociais buscam apoio do Iteral para o assentamento de famílias camponesas (Ffotos: Helciane Angélica Santos Pereira)
Texto de Helciane Angélica Santos Pereira

O diretor-presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral), Jaime Silva, recebeu trabalhadores rurais, nesta segunda-feira (9), que fizeram uma mobilização pelas ruas de Maceió em prol do desenvolvimento da reforma agrária.

 

Participaram da reunião lideranças do Movimento Terra Livre, Movimento Unidos pela Terra (MUPT), Frente Nacional de Luta (FNL), Movimento Terra Livre, Trabalho e Liberdade (MTL).

 

 Helciane Angélica Santos Pereira

 

A comissão cobrou agilidade no processo de desapropriação de terras e na negociação com os administradores da Massa Falida do Grupo João Lyra para assentar famílias nas terras da Usina Laginha; além de vistorias em imóveis indicados pelos movimentos; reparos nas estradas de acesso para os assentamentos; solicitação de lonas; apoio para a realização de feiras agrárias e implementos agrícolas; entre outros.

 

“O Iteral atua em busca da parceria e do diálogo. A gente sempre recebeu os movimentos, independente da quantidade de movimentos envolvidos nas mobilizações. Alguns dos pontos da pauta não são de competência do órgão, mas vamos continuar com a intermediação junto ao Incra e outras instituições para garantir os encaminhamentos necessários”, citou Jaime Silva.

 

 Helciane Angélica Santos Pereira

 

Já o coronel Paranhos, coordenador do Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar, ressaltou que é preciso entender que o Iteral e o Incra são órgãos distintos e muitas ações dependem exclusivamente de recursos federais.